sábado, 6 de julho de 2013

Estudante acha escultura de deus romano de 1.800 anos em antigo lixão Descoberta foi feita no condado de Durham, na Inglaterra. Pesquisadores acreditam que estátua represente deus Antenociticus.

Um aluno do primeiro ano de Arqueologia da Universidade de Durham, na Inglaterra, encontrou uma cabeça esculpida em pedra há cerca de 1.800 anos no Forte Romano de Binchester, no condado de Durham. O sortudo estudante Alex Kirton desenterrou o objeto no terreno onde ficava um antigo lixão. Ele faz parte de um programa que se repete todos os anos, no verão, em que estudantes da Universidade de Durham e dos Estados Unidos se juntam para vasculhar os terrenos da região em busca de objetos que possam revelar detalhes sobre o passado. Especialistas avaliam que a cabeça, que mede 20 cm por 10 cm, fazia parte de uma escultura de um deus romano. O artefato tem similaridades com uma escultura completa encontrada em uma região próxima em 1862. Esta imagem trazia uma inscrição que a identificava como Antenociticus, uma divindade cultuada com o objetivo de trazer inspiração para assuntos militares. O professor David Petts, da Universidade de Durham, conta que a cabeça foi encontrada perto de onde, dois anos atrás, foi identificado um altar romano. “Achamos que o objeto possa estar associado com um pequeno altar na casa de banho e que tenha sido jogado fora depois que o edifício caiu em desuso, provavelmente no século 4 DC”. Petts observa que a identidade do “dono da cabeça” pode nunca ser decifrada com certeza. “Mas continuamos a explorar o edifício de onde veio para nos ajudar a melhorar nosso entendimento da vida romana tardia em Binchester e na fronteira norte do Império Romano, no norte da Inglaterra.” FONTE;G1.COM

Postar um comentário