segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Cruzeiro vence Internacional, dispara e abre 11 pontos de vantagem


Fechando a 24ª rodada do Brasileiro, o Internacional recebeu o líder Cruzeiro em sua última partida no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. O final de semana que já havia começado bom para a Raposa, com a derrota do Botafogo para a Ponte Preta, terminou ainda melhor. Os comandados de Marcelo Oliveira venceram a equipe colorada por 2 a 1, chegaram aos 53 pontos na tabela e aumentou a vantagem para o vice-líder, agora de 11 pontos. O jogo que representou a décima partida sem perder do Cruzeiro, foi também o quarto jogo seguido do Inter sem vitórias, aumentando ainda mais a crise colorada.
Início emocionante marca o primeiro tempo
A partida mal começou e o Cruzeiro abriu o placar logo aos três minutos de jogo, com a forte bola parada. Egídio cobrou falta na esquerda e Nilton cabeceou de costas para o gol, inaugurando o marcador. O líder do Brasileiro, no entanto, mal teve tempo para curtir a vantagem. No primeiro ataque do Inter após o gol celeste, Kleber cruzou para o meio da área, de onde Otávio finalizou para empatar a partida. A bola ainda desviou em Nilton antes de morrer nas redes de Fábio.
Com as linhas de marcação avançadas, o time mineiro dificultava as saídas de bola do Inter, mas, principalmente após o empate, a equipe Colorada conseguiu equilibrar a partida. Apesar do início arrasador, o jogo caiu de produção, com ambas as equipes devendo no gramado. Enquanto o Cruzeiro mostrava-se afoito nas jogadas ofensivas, o Inter contra-atacava com perigo, mas pecava nas finalizações. A ligeira pressão dos dois times nos minutos finais não foi suficiente para que o placar saísse do 1 a 1 no primeiro tempo.
Willian dá a vitória ao líder do Brasileirão
Assim como no primeiro tempo, o início da etapa complementar também começou com a rede balançando. Com muita calma, o Cruzeiro trabalhou bem a bola com Mayke, substituto de Ceará, Dagoberto e Willian, que achou espaço entre dois defensores do Inter e finalizou rasteiro no canto esquerdo de Muriel. 2 a 1, e a Raposa voltava à frente.
Precisando evitar um novo vexame em casa, Dunga imprimiu as entradas de Damião e Alex. O Inter passou a atacar com mais frequência, o que também proporcionava ao Cruzeiro novas chances de aumentar a vantagem. Aos 30, Juan contou com o brilhante reflexo de Muriel, evitando o que seria um gol contra para a Raposa.
Nos minutos finais, a partida ficou mais acelerada, com as duas equipes em busca de mais um gol. O tento não veio de nenhum dos lados, mas quem agradeceu foi o líder, cada vez mais imbatível e perto do título nacional. Placar final, 2 a 1 para o Cruzeiro.
FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 2 CRUZEIRO
Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS)
Data-Hora: 29/9/2013 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Carlos Berkenbrock (SC)
Renda/Público: 5.434 pagantes/6.291 presentes/Renda: R$ 161.600,00
Cartões amarelos: Josimar, Caio (INT); Egídio, Dagoberto, Alisson (CRU)
Cartões vermelhos: Não houve.
Gols: Nilton, 4'/1ºT(0-1); Otávio, 5'/1ºT(1-1); Willian, 8'/2ºT(1-2)
INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Ronaldo Alves, Juan e Kleber (Fabrício, Intervalo); Willians, Josimar (Damião, 17'/2ºT), Jorge Henrque e Alan Patrick (Alex, 24'/2ºT); Otávio e Caio - Técnico: Dunga.
CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio (Mayke, Intervalo); Nílton, Henrique e Everton Ribeiro (Tinga, 41'/2ºT); Dagoberto (Alisson, 23'/2ºT), Borges e Willian - Técnico: Marcelo Oliveira.

Postar um comentário