sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Número de mortos por terremoto no Paquistão chega a 515 Segundo autoridades, centenas de pessoas ficaram feridas. Impacto do tremor de terça-feira formou pequena ilha na costa do país.

O número de mortes causadas por um terremoto no sudoeste do Paquistão chegou a 515, informou uma autoridade provincial nesta sexta-feira (27), à medida que insurgentes ainda dificultam o atendimento às vítimas. O balanço anterior registrava 348 mortos. VEJA O VIDEO Babar Yaqoob, secretário-chefe de Baluchistão, forneceu o número atualizado de mortos enquanto percorria a região devastada de Awaran, a mais atingida pelo terremoto de terça-feira (24). A área é também um refúgio dos insurgentes separatistas chamados Baluch, que atiraram em helicópteros que levavam oficiais militares no comando da resposta ao desastre. "Há uma situação de lei e ordem aqui e outros obstáculos, mas apesar de tudo, iremos chegar até a última pessoa", disse o general Nasir Janjua. O Exército do Paquistão enviou centenas de soldados por via aérea para ajudar os atingidos pelo pior terremoto no país do sul asiático desde 2005, quando cerca de 75 mil pessoas foram mortas por um tremor no norte do país. Casas foram destruídas e a comunicação foi cortada com o Awaran. O tremor foi tão forte que provocou a formação de uma pequena ilha no mar em frente ao litoral paquistanês no mar Arábico.

Postar um comentário