sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Senado aprova multa de até R$ 3,8 mil para quem disputa 'rachas' Atualmente, participante de corrida clandestina paga no máximo R$ 574,62. Texto vai para a Câmara; multa por manobra brusca sobe para R$ 766,16.

O Senado aprovou nesta quarta-feira (19), em dois turnos, projeto de lei que aumenta para até R$ 3.830,80 a multa para quem participa de corridas de carro clandestinas em via pública, conhecidas como "rachas". O valor atual é de R$ 574,62. Pela proposta aprovada, a multa sobe para R$ 1.915,40, podendo dobrar quando houver reincidência no período de 12 meses. A proposta segue agora para análise da Câmara dos Deputados, onde precisa ser aprovada antes de seguir para sanção presidencial. O projeto determina a suspensão do direito de dirigir e a apreensão do veículo. O texto iguala esse tipo de punição para quem promove eventos com exibição ou demonstração de manobras de veículos sem autorização das autoridades de trânsito. Hoje, a multa para este tipo de irregularidade é maior do que para quem participa de corrida: R$ 957,70. Já motoristas que realizam manobras perigosas ou fazem, por exemplo, arrancada brusca ou derrapagem, podem ter de pagar R$ 766,16, também com perda da carteira de habilitação e apreensão do veículo. Hoje a multa cobrada é de R$ 191,54.

Postar um comentário