terça-feira, 24 de setembro de 2013

Tornado em cidade brasileira ,Moradores arrecadam donativos para vítimas do tornado em Taquarituba Fenômeno que atingiu Taquarituba deixou 150 famílias desalojadas. Ventos fortes causaram destruição de casas e empresas.

FAÇA PARTE DO GRUPO DE APOIO A TRAGÉDIA EM TAQUARITUBA NO FACEBOOK. https://www.facebook.com/groups/58713... Em 22/09/2013 ano que ficara cravado na historia de uma cidade com 30 mil habitantes,a natureza resolveu pregar uma peça ou dar uma resposta,pela ousadia do homem em machuca-la todos os dias,foi terrível,foi avassalador,foi assombroso,desta forma vimos o quanto o homem é um ser insignificante perto da "mãe natureza",jamais esperaríamos isso no Brasil,um pais que tem como codinome "ser um pais tropical intocável pelas tragédias naturais",mas tudo indica que de agora em diante (ou de um tempo para cá) ficará corriqueiro tais episódios,parece um filme de terror,mas filmes de terror geralmente tem finais felizes,este filme da realidade não teve,muito pelo contrário,houve mortes, prejuízos incalculáveis,e mais que isso,um trauma na vida de milhares de pessoas que jamais vai se desvair,a natureza foi machucada agora ela de tempos em tempos dará sua resposta,mas quando e como será a próxima?quem vai pagar por isso?é o homem,mas quem será o próximo que pagará pela fúria da natureza? pode ser eu,pode ser você.essa foi a mensagem do corajoso cinegrafista amador que filmou os vídeos a cima 22/09/2013 In the year that had been nailed to the history of a city with 30,000 inhabitants, nature decided to play a joke or give a response, the audacity of the man hurt her every day was terrible, it was overwhelming, it was amazing, so we saw how the man is a negligible near the "mother Nature", never expect this in Brazil, a country which has the codename "being a tropical country untouched by natural disaster," but it seems that from now on before (or some time now) will be commonplace these episodes, like a horror movie, but horror movies usually have happy endings, this movie really was not, on the contrary, there were deaths, incalculable damage, and more than that , a trauma in the lives of thousands of people who will never desvair, nature now she was bruised from time to time give you your answer, but when and how will be the next? those who will pay for it?'s the man, but who will be the next one will pay for nature's fury? may be I can be you.
Moradores da região de Itapetininga (SP) iniciaram nesta segunda-feira (23) uma mobilização para arrecadar doações que serão destinadas às famílias de Taquarituba (SP). Na cidade, pelo menos 150 famílias estão desalojadas depois da passagem de um tornado que provocou destruíção na tarde de domingo (22). As campanhas são realizadas em Taguaí, Itaí, Avaré e Itapetininga e Itapeva (SP). Em Itapetininga, um grupo de amigos tem usado as redes sociais para arrecadar os donativos. De acordo com a comerciante Gláucia Marcela Barbosa do Nascimento, o trabalho foi iniciado por volta das 12h. Ela disse que tomou a iniciativa depois de saber da situação. “Você olha e sente necessidade de ajudar”, afirma. A voluntária conta que entrou em contato com comerciantes da cidade e três pontos de coleta foram disponibilizados aos interessados em ajudar. Os locais são: Academia Moving, na avenida Tenente Urias, 650; Academia Ultimati, na avenida Tenente Urias, 403; e Ub Estética, na avenida Professor Francisco Valle, 1565. A voluntária afirma que tem pedido aos amigos e conhecidos a doação de alimentos, cobertores e colchões. “Dependendo da quantidade arrecadada, eu vou para Taquarituba levar. Agora se arrecadarmos um volume grande de produtos, vou precisar de ajuda de pessoas que tenham veículos grandes para fazer a entrega”, comenta.
Segundo o Cras de Taquarituba, há necessidade de colchões, cobertores, roupas, lona plástica, alimentos e até mesmo materiais para construção, entre eles telhas, para reconstrução de telhados. As doações podem ser entregues no Ginásio de Esportes da Vila São Vicente. O endereço é Rua Manoel Joaquim Mendes, s/nº. A agente de saúde de Taquarituba, Anair Nunes da Rocha, que está no ginásio de esporte da Vila São Vicente, para onde as famílias desalojadas estão sendo encaminhadas, outros produtos importantes que as vítimas precisam são toalhas, roupas para crianças, fraldas e produtos de limpeza e de higiene pessoal. Já quem quiser contribuir financeiramente pode fazer um depósito na conta aberta no Banco do Brasil com o nome 'SOS Taquarituba'. A conta corrente é 95.000-9, agência 2712-X. Já em Avaré, a mobilização é organizada pela prefeitura e pela Polícia Militar. De acordo a assessoria de imprensa, além dos produtos citados, a Santa Casa também precisa de suturas para dar suporte ao atendimento às pessoas feridas. Segundo dados divulgado pela prefeitura, 64 pessoas ficaram feridas. O tornado ainda provocou a morte de outras duas pessoas. Em Avaré, as doações podem ser entregues nos seguintes endereços: - Fundo Social de Solidariedade, na rua Maranhão, 1.578, no centro da cidade; - Postos da Polícia Militar: Rua Bélgica, 171, no Jardim Europa; Rua Bahia, 100, no bairro Água Branca; e Rua Maneco Dionísio, 204, no Bonsucesso. Em Taguaí, os interessados em ajudar podem procurar o Centro de Saúde que fica na rua João Floriano Martins, 215. Mais informações pelo telefone (14) 3386-1227. Já em Itaí, as doações podem ser feitas no Fundo Social de Solidariedade, que fica na avenida Santo Antônio, 741. O telefone é o (14) 3761-3557. De acordo com a Coordenaria Estadual de Defesa Civil, o estado tem prestado ajuda humanitária aos moradores atingidos pelos danos. Foram entregues kits de higiene, kits de limpeza, colchões, cobertores, lençóis, rolos de lonas plásticas, agasalhos, camisetas e pares de tênis. fonte:g1.com

Postar um comentário