sábado, 12 de outubro de 2013

Secretaria pune 4 servidores por ‘Ribeirão das Trevas’ no Minas Gerais Caso ocorreu em setembro deste ano. Na ocasião, a grafia errada do nome da cidade foi publicado em diário.

Quatro servidores da Superintendência Regional de Ensino foram punidos pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais por serem considerados responsáveis por alterar a grafia do nome da cidade de Ribeirão das Neves em uma publicação do Diário Oficial do Estado de Minas Gerais. O caso ocorreu em setembro deste ano e, na ocasião, o nome do município foi trocado para “Ribeirão das Trevas”. De acordo com o órgão, um dos funcionários foi suspenso, outro repreendido e dois deles foram advertidos. “A pessoa responsável pela digitação, impressão do arquivo e a assinatura constatando que ele estaria correto foi punida com uma suspensão sem salário por 15 dias. Um segundo servidor foi repreendido, quer dizer uma repreensão porque deveria ter conferido também e não conferiu. Um outro funcionário foi advertido pela condução geral do setor. E um quarto funcionário foi advertido porque, do computador sob sua responsabilidade, foi detectado pela UFMG um acesso indevido à pasta que continha o arquivo”, explicou a secretária Ana Lúcia Gazzola.A publicação se referia à nomeação de profissionais da educação para o local de trabalho, em escolas públicas em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O nome errado pode ser visto três vezes, nas designações de servidores para as escolas estaduais São Judas Tadeu e Manoel Martins de Melo. A secretaria pediu apoio a especialistas em segurança de sistemas de tecnologia da informação. Os profissionais detectaram que o erro havia ocorrido na Superintendência Regional Metropolitana, localizada na Região da Pampulha, em Belo Horizonte. Todos os computadores da unidade foram vistoriados e foi constatada uma falha na segurança dos equipamentos. Os usuários não precisavam de senha para operá-los. À época em que o nome foi publicado de forma errada, em nota oficial, a Prefeitura de Ribeirão das Neves manifestou seu repúdio e indignação contra o Diário Oficial de Minas Gerais, e disse que a grafia se referia à cidade de forma pejorativa. "Não podemos deixar que nossa cidade seja taxada de forma indelicada e desrespeitosa pelo Estado[...]", diz o documento. A prefeitura afirmou, ainda, que tomaria todas as medidas cabíveis para uma retratação. As duas das punições serão publicadas no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais deste sábado (12). Elas começam a valer a partir desta segunda-feira (14). As advertências não são publicadas. fonte:g1.com

Postar um comentário