sábado, 2 de novembro de 2013

Cães em situação de maus-tratos são resgatados de clínica em BH Dono do local tem mandado de prisão por falta de pagamento de pensão. Outros animais mortos estavam dentro de freezer, no bairro Tirol.

A Polícia Militar do Meio Ambiente recolheu, na tarde desta sexta-feira (1º), cinco cães em situação de maus-tratos em uma clínica na Região do Barreiro, em Belo Horizonte. O veterinário que é proprietário do local está foragido, e tem um mandado de prisão em aberto por falta de pagamento de pensão alimentícia. Outros dez corpos de animais foram encontrados congelados dentro de um freezer. Nesta quinta-feira (31), policiais e um oficial de Justiça foram até a clínica, no bairro Tirol, para o cumprimento do mandado de prisão por pensão alimentícia. Quando chegaram, viram nove cães dentro de jaulas, em um lugar com muita sujeira e excrementos espalhados. Depois da chegada da polícia nesta quinta, donos de quatros dos cães foram ao local e pegaram de volta seus animais. Nesta sexta (1ª), a Polícia Militar do Meio Ambiente foi à clínica para recolher os cinco cachorros que ainda estavam presos. Segundo o tenente da Polícia Militar do Meio Ambiente Adenilson Brito, a suspeita é que os animais estavam sem água e sem comida há dias. Alguns deles estão feridos, e magros, além de sujos. Em dois cômodos da clínica existem 21 gaiolas. O dálmata apresenta sinais de muita fraqueza, e quase não fica de pé. Um outro animal, que a polícia acredita ser um pit bull, está ferido seriamente no focinho de tanto forçar a saída da jaula. Corpo de cão é retirado de freezer (Foto: Pedro Ângelo/G1)Corpo de cão é retirado de freezer (Foto: Pedro Ângelo/G1) Ainda de acordo com o tenente, um homem que se apresentou como Lucas e disse ser amigo do veterinário foragido foi até o local nesta quinta, e ajudou na devolução dos quatro animais aos donos. Hoje, ele também estava na clínica, e acompanhou a entrada dos policiais. Ele contou à PM que o veterinário está internado em um hospital de Goiânia, com as duas pernas quebradas após ter sofrido um acidente. Mas o tenente disse que Lucas não sabia informar onde o suposto acidente aconteceu e nem a data. Um outro homem, que se disse cliente e amigo do veterinário foragido, apresentou-se nesta sexta como Frederico, e defendeu o profissional. Ele levou uma cadela bem cuidada, e disse que o veterinário fez o tratamento dela. Para ele, toda a situação não passa de um mal-entendido. Agora, além de responder pela falta de pagamento da pensão alimentícia, o veterinário poderá também ser indiciado por crime ambiental de maus-tratos, segundo o tenente Adenilson Brito. Os animais resgatados foram levados para uma clínica na Região da Pampulha, conveniada com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), onde serão tratados. Agentes do Controle de Zoonoses de Belo Horizonte disseram que os corpos no freezer serão recolhidos neste sábado (2). A clínica está fechada. O G1 entrou em contato com o proprietário do local, mas o celular estava desligado.
Pit bull resgatado se feriu seriamente de tanto tentar sair pela grade, diz a PM. (Foto: Pedro Ângelo/G1) VEJA AS IMAGENS http://g1.globo.com/minas-gerais/fotos/2013/11/caes-vitimas-de-maus-tratos-sao-resgatados-de-clinica-em-bh.html#F996850 FONTE:G1.COM

Postar um comentário