terça-feira, 26 de novembro de 2013

Capivaras são encontradas mortas e prefeitura investiga envenenamento Moradores encontraram os animais mortos e acionaram a prefeitura; equipes da SLU foram ao local e recolheram os corpos

Três capivaras foram encontradas mortas, na manhã desta segunda-feira (25), na avenida Otacílio Negrão de Lima, na orla da lagoa da Pampulha. Os animais estavam com o focinho sujo de sangue e a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) não descarta a possibilidade de envenenamento. De acordo com a regional Pampulha, moradores da região encontraram os animais mortos e acionaram a prefeitura. Equipes do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) foram ao local e recolheram os corpos As capivaras foram levadas para o núcleo de manutenção da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), no Parque Ecológico. Elas vão passar por exames, que devem indicar a causa da morte. O caso será investigado. Remanejamento A prefeitura já apresentou ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) um termo de referência para embasar o edital da concorrência que contratará uma empresa para fazer o manejo das capivaras da lagoa da Pampulha, na capital. A empresa contratada gastará cerca de R$ 350 mil em um ano de monitoramento dos animais. O vice-prefeito e secretário municipal de Meio Ambiente, Délio Malheiros, um levantamento preliminar da PBH estima que, atualmente, pelo menos 170 capivaras habitam o entorno da lagoa da Pampulha. fonte:o tempo online

Postar um comentário