sexta-feira, 15 de novembro de 2013

HOMEM RUSSO PREGA OS TESTÍCULOS EM FORMA DE PROTESTOS E É CONDENADO

Polícia russa processa pintor que prendeu testículos na Praça Vermelha Piotr Pavlenski fez um protesto contra o Kremlin no domingo (10). Ele ficou por mais de 1h com partes íntimas presas nos paralelepípedos.
Pintor russo Piotr Pavlenski pregou seus testículos na Praça Vermelha (Foto: Maxim Zmeyev/Reuters) A polícia russa abriu um processo contra o artista Piotr Pavlenski, que prendeu no domingo (10) os testículos entre os paralelepípedos da Praça Vermelha em protesto contra o Kremlin. "Foi aberta uma causa a partir do artigo 'vandalismo' do Código Penal", disse à Agência Efe um porta-voz da Polícia de Moscou. A fonte acrescentou que o artista assinou um compromisso de não sair de sua casa, informação que Pavlenski, que agora está em São Petersburgo, negou categoricamente e explicou que soube do processo através da imprensa russa. "Se as autoridades me prenderem de verdade, será mais um prego em seu próprio caixão, já que com isso demonstrarão claramente o significado da minha ação na Praça Vermelha", disse em conversa telefônica com a Agência Efe. A informação sobre a abertura do processo ocorreu dois dias após o polêmico protesto Pavlenski ser libertado sem acusações. O tribunal Tverskói da capital russa se negou a estudar a denúncia apresentada pela polícia por "faltar indícios" de crime. O artista se mostrou então surpreso por sua libertação: "A verdade é que não o entendi o que acaba de acontecer no tribunal. Foi muito inesperado". O ativista foi hospitalizado e detido após prender os testículos em frente ao mausoléu de Lênin na Praça Vermelha de Moscou, em uma ação de protesto que chamou "Fixação" e que fez durante do Dia da Polícia na Rússia. Completamente nu, Pavlenski ficou imóvel durante mais de uma hora enquanto olhava seus testículos em uma ação que definiu como "metáfora da apatia, da indiferença política e do fatalismo da sociedade russa atual".
Pavlenski ficou por mais de 1h com partes íntimas presas nos paralelepípedos (Foto: Maxim Zmeyev/Reuters) FONTEDE REPORTAGEM :G1.COM ,FONTE TITULO :MUNDO LIVE NEWS NOTICIAS

Postar um comentário