domingo, 11 de janeiro de 2015

Grupo é detido por promover roubos e tumultos na Zona Sul do Rio

Na praia de Ipanema, houve confusão e correria nas areais. Em Laranjeiras, grupo promoveu pânico e roubos.
Banhistas tiveram o lazer interrompido pela confusão na praia (Foto: Guilherme Leporace/Agência O Globo) O domingo (11) foi de confusão em pontos distintos da Zona Sul do Rio. Na praia de Ipanema, o lazer foi interrompido por ameaça de arrastão, que culminou em correria e ação policial nas areias. Em Laranjeiras, um grupo de jovens promoveu arruaça e roubos em série, o que deixou em pânico quem passava na região. Na Cinelândia, no Centro, público do Theatro Municipal ficou acuado dentro do prédio sob ameaça de assaltos na saída. De acordo com a Polícia Militar, passava das 17h30 quando a corporação foi acionada por causa de um suposto arrastão na Rua das Laranjeiras. Equipes policiais fizeram cerco na região e detiveram suspeitos de participar da confusão. Testemunhas disseram que cerca de 20 jovens participaram do ocorrido. De acordo com o comandante do 2° BPM (Botafogo), coronel Gilberto Tenreiro, seriam moradores da favela do Cerro-Corá, no Cosme Velho, que promoveram o tumulto pelas ruas da região. O comandante confirmou que parte do grupo cometeu pequenos roubos durante a confusão. Ao menos sete suspeitos foram detidos e encaminhados para a 10ª DP (Botafogo). Vítimas de roubo também foram para a unidade policial registrar queixa e prestar depoimento. Susto na saída do teatro Quem foi ao Theatro Municipal conferir o musical O Pequeno Príncipe se viu acuado ao final do espetáculo na noite deste domingo. Testemunhas contaram que um grupo de dezenas de jovens atacaram que deixava o prédio ou caminhava pela praça da Cinelândia. A assessoria do teatro confirmou que houve tumulto na saída do espetáculo. Os funcionários da recepção perceberam a movimentação na praça e fizeram um "cordão humano" para impedir uma possível tentativa de invasão e proteger o público. Muitas pessoas que já haviam deixado o prédio retornaram correndo para o local até que a confusão foi dispersada pela polícia.
Confusão na praia Durante a tarde, ao menos 20 pessoas foram presas em Ipanema, na Zona Sul, suspeitas de praticarem roubos e outros delitos nas areias da praia. A Polícia Militar e a Guarda Municipal negaram ter ocorrido arrastão, mas confirmaram que houve confusão e correria em pontos isolados da orla. Comerciantes que trabalham em Ipanema disseram que situações semelhantes têm sido rotina neste verão. "Eu tive que atrasar a minha chegada na praia porque eu não estava aguentando com tanta confusão. De hora em hora a gente escuta a gritaria e vê as pessoas correndo. Na altura do posto 8 é a boca do inferno, toda hora tem arrastão", disse uma ambulante que não quis ser identificada. Em nota, a Guarda Municipal informou que “as detenções ocorreram durante o patrulhamento de rotina do grupamento” e que afirmou que “foram casos de roubo pontuais, e não há relato de arrastão”. A Polícia Militar, por meio de sua assessoria de imprensa, também negou a ocorrência de arrastões. Segundo a corporação, ocorreram confusões em pontos isolados da praia de Ipanema e as 15 prisões se deram por motivos diversos, não apenas por roubo. Todos os detidos foram encaminhados para a 15ª DP (Gávea). Policiamento reforçado O policiamento das praias na Zona Sul foi reforçado após algumas confusões durante a tarde deste domingo (11). Policiais militares e guardas municipais circulavam nas areias para evitar confusões. Desde setembro passado, teve início, antecipadamente, a chamada “Operação Verão” da Polícia Militar do RJ. Segundo a corporação, Cerca de 650 homens dos batalhões de Botafogo, Flamengo, Copacabana, Leblon e Ipanema, além do Batalhão de Choque, do Batalhão de Ações com Cães e de recrutas do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) atuam no policiamento na orla carioca durante a operação, que conta ainda com o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Civil. Ainda segundo a PM, todos os policiais envolvidos receberam treinamento especializado, que inclui técnicas de abordagem nas praias, observação e preparação física.
Policiais prendem suspeito de praticar roubos na praia (Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia)
Banhistas observam prisão de suspeito de roubos na praia de Ipanema (Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia) FONTE:G1.COM

Postar um comentário