sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Voluntários trabalham para salvar 200 baleias encalhadas na Nova Zelândia Apesar dos esforços, 50 exemplares acabaram morrendo. Especialistas esperam que maré ajude a levar sobreviventes mar adentro.

Funcionário do Departamento de Conservação tenta ajudar uma baleia encalhada em Golden Bay, na Nova Zelândia (Foto: AP Photo/New Zealand Herald/Tim Cuff) Especialistas e voluntários conseguiram devolver ao mar, nesta sexta-feira (13), a maior parte das 198 baleias-piloto que ficaram encalhadas perto da baía Golden, na ilha Do Sul da Nova Zelândia. A triste notícia é que 50 exemplares não resistiram e acabaram morrendo. Segundo a emissora "Rádio New Zealand", o grupo de cetáceos libertados ainda tem que nadar para mar aberto. O porta-voz do Ministério de Conservação da Nova Zelândia, Mike Ogle, disse que espera-se que a maré contribua para levar esta comunidade de baleias-piloto mar adentro.
Quase 200 baleias encalharam de uma vez na Nova Zelândia; especialistas e voluntários tentavam salvá-las (Foto: AP Photo/New Zealand Herald/Tim Cuff) Pessoas do departamento de Conservação e voluntários do Projeto Jonah colaboraram para salvar os animais encalhados em uma zona conhecida como Farewell Spit, indicou a rede de televisão "TV3". Dezenas ficam encalhadas anualmente nessa zona da Nova Zelândia, cujas águas fazem parte da rota que a espécie faz quando abandona a Antártica e quando retorna às águas antárticas em setembro. A baleia-piloto é um exemplar de corpo robusto que pode alcançar entre seis e sete metros de comprimento. FONTE:G1.COM

Postar um comentário