sábado, 14 de março de 2015

ALGUÉM CONHECE ESTE HOMEM ? 14/03/2015 06h56 - Atualizado em 14/03/2015 06h56 Sem memória e identidade, homem 'mora' há um mês em hospital do DF

Ele foi encontrado com traumatismo após ser espancado em Taguatinga. Homem está curado, mas fala palavras confusas; ninguém foi procurá-lo.
Homem sem identificação em quarto do Hospital de Base de Brasília (Foto: Luciana Amaral/G1) Um homem com amnésia e sem documentos de identificação está "morando" há quase um mês na enfermaria neurológica do Hospital de Base de Brasília (HBB), no Distrito Federal. Segundo a unidade de saúde, ele foi admitido na manhã do dia 15 de fevereiro com traumatismo craniano após encontrado desacordado em um matagal em Taguatinga, vítima de espancamento. Ele foi levado para o Hospital Regional de Taguatingasocorrido por um desconhecido e transferido para o HBB pelo Samu no mesmo dia. A Polícia Civil informou não ter registro do caso. Até a publicação desta reportagem, ninguém havia procurado pelo homem na rede pública de saúde. No hospital, o paciente passou por uma cirurgia, se restabeleceu, tem condições de ter alta, mas não se lembra de onde veio nem com o que trabalhava. A assistente social responsável pelo homem, Sara Araújo, disse que ele está bem. "Já teria recebido alta, ele só está comendo e dormindo aqui, mas não podemos liberá-lo assim. Ele está registrado como não identificado." Detalhe da maca do homem sem identificação no Hospital de Base (Foto: Luciana Amaral/G1)Detalhe da maca do homem sem identificação no Hospital de Base (Foto: Luciana Amaral/G1) O homem fala com muita dificuldade e é gago. Ao G1, ele afirmou se chamar Edivaldo Rodrigues de Oliveira e ter tido os documentos roubados. Entre palavras dispersas, o paciente também falou que era aposentado, pescador e morador de rua na Praça do Relógio, em Taguatinga. "Apesar da confusão, acredito que o nome dele possa ser esse mesmo, pois o cita com constância", disse Sara, que estima que ele o homem tenha cerca de 50 anos. Ele também disse se lembrar de que recebia sopa de um padre em uma igreja. Sara afirmou que procurou todas as entidades religiosas de Taguatinga com o suposto nome dele e fotos, mas ninguém o reconheceu. A assistente pediu ajuda às polícias Civil e Federal para tentar indetificar o homem. Os agentes recolheram as digitais dele, mas elas não tinham registro nos órgãos de segurança do Distrito Federal. O hospital agora aguarda o resultado de institutos de outros estados do país. LIGUE E TENHA INFORMAÇOES SOBRE ESTE HOMEM : O hsopital disponibilizou números de telefone para receber informações sobre o homem CODIGO DD DA CIDADE É O 61 3315-1454, 3315-1470 ou 3315-1551). FONTE:G1.COM

Postar um comentário