sexta-feira, 20 de março de 2015

AQUECIMENTO GLOBAL DEIXA O NÍVEL DE GELO MARÍTIMO BAIXO PARA O INVERNO

Gelo marítimo do Ártico tem menor nível para um inverno, revela análise Centro registrou extensão 1,1 milhão de quilômetros quadrados menor. Contribuíram para o recorde negativo as temperaturas acima da média.
Foto mostra degelo no Ártico: extensão do gelo marítimo bateu recorde negativo (Foto: AP/NOAA/Divulgação) O gelo marítimo do Ártico chegou ao seu menor nível para um inverno. É o que revela uma análise feita pelo Centro Nacional de Informações sobre Neve e Gelo dos Estados Unidos (NSIDC), divulgada nesta quinta-feira (19). Segundo o centro, o gelo provavelmente atingiu sua extensão máxima para o ano no dia 25 de fevereiro: 14,54 milhões de quilômetros quadrados. Trata-se de uma extensão 1,1 milhão de quilômetros quadrados menor do que a média para o mesmo período observada entre 1981 e 2010. "Este não é um recorde do qual devemos nos orgulhar. Gelo marítimo baixo pode criar uma série de reações que podem ameaçar o Ártico e o resto do globo", disse Alexander Shestakov, diretor do Programa Global para o Ártico da WWF, em nota divulgada pela organização ambiental. Contribuíram para o recorde negativo as temperaturas mais altas do que a média registradas em fevereiro em partes do Alasca e na Rússia. FONTE:G1.COM

Postar um comentário