sábado, 28 de março de 2015

FEBRE CHIKUNGUNYA NOVA SERRANA MG

Morte de professor em Nova Serrana pode ser a primeira causada pela febre chikungunya em Minas A Secretaria Estadual de Saúde (SES) já havia confirmado o primeiro registro da doença em Minas Gerais, neste ano, em uma mulher que havia contraído a doença na Colômbia. O corpo do professor foi encontrado em sua casa, já sem vida, no final da tarde desta quinta-feira
FONTE IMAGEM HOJE EM DIA Um homem que estava com suspeita de febre chikungunya foi encontrado morto, nesta quinta-feira, em Nova Serrana, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais. Este seria o primeiro caso de morte em consequência da doença no estado. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) foi procurada para confirmar a causa da morte, mas não atendeu as ligações até o momento da publicação desta reportagem. Há duas semanas, a SES confirmou a morte de cinco pessoas por dengue e o registro do primeiro caso de chikungunya no estado, em 2015. O corpo do professor de Ciências Biológicas, M.R., de 35 anos, foi encontrado em sua casa, já sem vida, no final da tarde desta quinta-feira. Familiares, amigos e alunos de escolas de Nova Serrana e Bom Despacho, também na mesma região, publicaram mensagens em redes sociais, consternados pela morte do educador. A principal suspeita de pessoas próximas ao docente é a de febre chikungunya. Segundo Alcides Martins, amigo de M. R., o professor deixa todos que o conheciam arrasados. “Era muitíssimo querido, engajado em projetos sociais e, por várias vezes, personagem de reportagens de expressão em Minas Gerais”, comenta. Ainda conforme Martins, o corpo do professor será velado em Bom Despacho, onde M. R. estudou e morou durante a juventude e também onde ainda mora a mãe do educador. Em sua página no Facebook, vários amigos deram declarações emocionadas pelo caso. “O céu esta em festa, pois era uma pessoa maravilhosa e alegre. Vai com Deus”, escreveu Claudia Camargo. “Nem da pra acreditar nessa notícia que recebi agora, descanse em paz”, diz Roberta Graciely. Centenas de alunos também publicaram seus sentimentos pela perda do professor. “Nossas aulas de ciências nunca serão as mesmas sem você”, diz Matheus Henrique. “Foi você quem me ensinou o jeito de levar a vida”, comenta Natalia Pereira. Inúmeras declarações de “profissional exemplar”, luto e condolências estão presentes na página. Em Minas Gerais, o primeiro caso de febre chikungunya foi registrado em Viçosa, na Zona da Mata. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), uma mulher de 27 anos contraiu a enfermidade na Colômbia. Outros 96 casos foram descartados e outros seis estão em investigação. Em 2014, 109 casos da doença foram notificados no estado. Destes, sete foram confirmados e outros 96 descartados. A reportagem do em.com.br tentou entrar em contato com as prefeituras de Nova Serrana e Bom Despacho, assim como as secretarias de saúde das cidades e os secretários que respondem pela pasta, mas nenhuma das ligações foram atendidas. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) também não atendeu as chamadas para confirmar ou descartar a hipótese. VEJA COMO FICA UMA VITIMA DA PICADA DO MOSQUITO
VEJA AS IMAGENS DO MOSQUITO TRANSMISSOR DA DOENÇA MAIS TEMIDA DO MOMENTO
CUIDADOS QUE DEVEM SER TOMADOS AO SENTIR OS SINTOMAS DA DOENÇA
FONTE:MATÉRIA EM FONTE:IMAGENS GOOGLE

Postar um comentário