quarta-feira, 29 de abril de 2015

POR QUE AS DROGAS PROSPERAM NA INDONÉSIA ?Praia, massagem e ecstasy: por que mercado das drogas prospera na Indonésia

Bali é um dos principais destinos para turistas estrangeiros na Indonésia O sol se põe em Bali e, enquanto alguns acompanham esse espetáculo na areia à beira-mar, outros se preparam para mais uma noite de negócios. R. caminha por Kuta, o reduto de turistas no sul de Bali, e é abordado por dois jovens, que oferecem massagem e aluguel de motocicletas. Em seguida, têm mais a ofertar: "Maconha? Ecstasy?". O turista está aqui há apenas um dia, mas fala como se conhecesse bem a ilha: "É bem fácil conseguir drogas. Mas é preciso tomar cuidado", diz, numa conversa informal. Bali é conhecida por sua beleza paradisíaca, atmosfera relaxante e grandes festas – e pela fama do fácil acesso a sexo e drogas. Uma mistura que faz com que muitos que chegam aqui se recusarem a ir embora.Não é difícil, então, ver o apelo que Bali tem para traficantes, que miram um mercado que as próprias autoridades classificam como grande e a perspectiva de dinheiro fácil e rápido. A ilha conta parte do problema na Indonésia, que integra uma das rotas mais conhecidas de tráfico no Sudeste Asiático e é um grande centro de produção e consumo. O país está numa "emergência" devido às drogas, diz o presidente Joko Widodo, que neste ano retomou as execuções de traficantes, por fuzilamento, apesar de pressão internacional para que reverta as penas. Nove presos deverão ser executados nos próximos dias, entre eles o paranaense Rodrigo Muxfeldt Gularte, de 42 anos, preso no aeroporto de Jacarta em 2004 com 6 kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe. Ele poderá ser o segundo brasileiro a ser executado na Indonésia por tráfico de drogas. Em janeiro, o carioca Marco Archer Cardoso Moreira, que teria até dominado o fornecimento de maconha em Bali, foi um dos seis traficantes a serem mortos. 'Grande mercado' É 1h00 de um domingo de março numa das mais populares casas noturnas de Kuta, quando três funcionários são chamados para atender a uma emergência no banheiro masculino. Eles tentam ajudar um jovem estrangeiro que não consegue sair de uma das cabines privadas – e que parece ter sido trancado por ele mesmo ali dentro. Estimativa é que 3,5 milhões de turistas estrangeiros tenham visitado Bali em 2014 Quando, finalmente, destrava a porta, parece desorientado. Corre para a pia, enxagua o rosto e é logo amparado por amigos. Pouco depois, uma turista estrangeira é carregada por dois amigos, aparentemente sem saber o que acontece a sua volta. Há um grande mercado para drogas em Bali Gusti Ketut Budiartha, chefe da agência anticarcóticos de Bali Cenas como essa se repetem diversas vezes e é difícil dizer se estão relacionadas ao uso de drogas. Mas todos parecem concordar que o consumo delas é frequente nas festas aqui. Gusti Ketut Budiartha é o chefe do escritório em Bali da agência antinarcóticos indonésia, a BNN. Desde 2011, ele lidera uma equipe de 100 policiais que patrulham a ilha para coibir o comércio de drogas. Bali tem cerca de 4,2 milhões de moradores, e a estimativa é de que 3,5 milhões de turistas estrangeiros estiveram na ilha em 2014. Números que fazem de Bali "um grande mercado" para traficantes, diz Budiartha. "Há uma relação entre drogas e turismo... Alguns turistas, nem todos, usam drogas. Gente de todo o mundo vem a Bali. Todo mundo olha para Bali e alguns precisam fazer dinheiro. Há um mercado para drogas", disse ele à BBC Brasil. Leia mais: Quanto pode custar ao Brasil a tensão com a Indonésia? Leia mais: Cilacap, a cidade indonésia onde a morte é o principal assunto Leia mais: Brasileiro reage com 'surpresa e delírio' a anúncio de execução "(Bali) é um destino turístico famoso e, geralmente, pessoas em férias querem ter prazer. E, para alguns, isso inclui drogas". Mas os estrangeiros são apenas parte do problema, diz ele: o desenvolvimento de Bali, com a expansão da infraestrutura de turismo para áreas antes isoladas, teria impulsionado o uso de drogas também pela população local, a partir do contato mais intenso com visitantes de fora. 'Qualquer coisa' Policiais são vistos nas regiões mais movimentadas, mas parecem incapazes de patrulhar todas as vielas que cortam a ilha, onde vendedores oferecem também cogumelos mágicos ou medicamentos e estimulantes como Viagra, Cialis ou efedrina. Sentado na entrada de uma lanchonete, um jovem diz ter "qualquer coisa que você quiser". Autoridades dizem que desenvolvimento de turismo impulsionou consumo de drogas pela população local Maconha é, historicamente, a droga mais usada na Indonésia. Mas, nos últimos anos, houve um aumento expressivo no consumo de ecstasy e metanfetamina – conhecida localmente como "shabu" -, diz um relatório da Organização das Nações Unidas, que apontou um crescimento no número de "fábricas" de drogas sintéticas no país. Também são populares cocaína e heroína. "(Turistas) vêm para cá com diferentes objetivos. Alguns estrangeiros vêm para cá só para usar drogas", diz I Made Adi Mantara, diretor do centro de reabilitação Yakeba, em Bali. "Tem um mercado, muitos usuários. Tem dinheiro. É lucrativo... As pessoas oferecem drogas para você na rua. Não é difícil. Qualquer coisa que você quiser, eles vão te oferecer". Download Flash Player now You need to install Flash Player to play this content. null A Indonésia tem 250 milhões de habitantes. O presidente Widodo diz haver cerca de 4,5 milhões de usuários de drogas no país, e que entre 40 e 50 indonésios morrem todos os dias por causa de narcóticos - mas muitos questionam a veracidade destes números. "Todo mundo presta atenção a Bali por causa dos estrangeiros. Mas em Jacarta e em outras cidades o problema é maior que em Bali", disse Mantara. Na verdade, a aparente venda fácil de drogas não é diferente da realidade de outros países da região, também populares destinos para estrangeiros. Na Tailândia, por exemplo, o uso de alucinógenos é conhecido nas famosas festas da Lua Cheia. Ou no Camboja, onde a "pizza feliz", salpicada de maconha, parece ser item obrigatório no cardápio de turistas. Execuções têm efeito? Ferni Yuniarti Pozaddier tem 35 anos e é ex-usuária de drogas. É HIV positivo e disse já ter provado "de quase tudo". Já vendeu drogas e conta que, antes da repressão maior, comprá-las "era muito barato". "Agora, é muito, muito caro". Essa é uma observação ouvida com frequência em Bali. Numa das abordagens na rua, um vendedor oferece uma pílula de ecstasy ao equivalente a US$ 50. É difícil saber o que está sendo vendido e por quem – tópico frequente de discussão aqui e em fóruns na internet, onde usuários alertam para "armadilhas" e o perigo de comprar drogas nas ruas. Policiais trabalham à paisana para detectar vendedores e compradores de drogas. Há, também, relatos de agentes associados a traficantes que, ao flagrar estrangeiros com drogas, cobrariam propinas que chegariam a milhares de dólares num país habituado a casos de corrupção. Budiartha, da polícia antinarcóticos de Bali, disse ter havido casos de policiais demitidos por estarem envolvidos com grupos de drogas, mas não citou casos atuais. A maior fiscalização das autoridades indonésias tem sido elogiada internacionalmente, mas fronteiras porosas e corrupção endêmica seguem como grandes desafios na luta contra o tráfico de drogas, alertou o Departamento do Estado americano em relatório divulgado no ano passado. Parte do tráfico no país seria, inclusive, comandado por líderes de dentro de prisões indonésias, onde a corrupção é conhecida e acusações de favorecimento são generalizadas. Download Flash Player now You need to install Flash Player to play this content. null E nem a retomada das execuções parece afastar traficantes. "Na minha opinião, as execuções não têm efeito", diz Budiartha. Em janeiro, a agência antidrogas indonésia confiscou mais de 860 kg de metanfetaminas, no que autoridades consideraram a maior apreensão de drogas da história do país, segundo a imprensa local. Sinal de que o mercado, à primeira vista, segue atrativo. Compartilhar Sobre compartilhar Email Facebook Twitter Google+ Linkedin Voltar ao topo Principais notícias Recursos e exame ignorados: Indonésia atropelou o processo legal? Para advogado de brasileiro fuzilado, governo 'fechou olhos e ouvidos e quis executá-lo'; suspensão de última hora de pena de filipina levanta dúvidas sobre falhas nas investigações. Quando, finalmente, destrava a porta, parece desorientado. Corre para a pia, enxagua o rosto e é logo amparado por amigos. Pouco depois, uma turista estrangeira é carregada por dois amigos, aparentemente sem saber o que acontece a sua volta. Há um grande mercado para drogas em Bali Gusti Ketut Budiartha, chefe da agência anticarcóticos de Bali Cenas como essa se repetem diversas vezes e é difícil dizer se estão relacionadas ao uso de drogas. Mas todos parecem concordar que o consumo delas é frequente nas festas aqui. Gusti Ketut Budiartha é o chefe do escritório em Bali da agência antinarcóticos indonésia, a BNN. Desde 2011, ele lidera uma equipe de 100 policiais que patrulham a ilha para coibir o comércio de drogas. Bali tem cerca de 4,2 milhões de moradores, e a estimativa é de que 3,5 milhões de turistas estrangeiros estiveram na ilha em 2014. Números que fazem de Bali "um grande mercado" para traficantes, diz Budiartha. "Há uma relação entre drogas e turismo... Alguns turistas, nem todos, usam drogas. Gente de todo o mundo vem a Bali. Todo mundo olha para Bali e alguns precisam fazer dinheiro. Há um mercado para drogas", disse ele à BBC Brasil. Leia mais: Quanto pode custar ao Brasil a tensão com a Indonésia? Leia mais: Cilacap, a cidade indonésia onde a morte é o principal assunto Leia mais: Brasileiro reage com 'surpresa e delírio' a anúncio de execução "(Bali) é um destino turístico famoso e, geralmente, pessoas em férias querem ter prazer. E, para alguns, isso inclui drogas". Mas os estrangeiros são apenas parte do problema, diz ele: o desenvolvimento de Bali, com a expansão da infraestrutura de turismo para áreas antes isoladas, teria impulsionado o uso de drogas também pela população local, a partir do contato mais intenso com visitantes de fora. 'Qualquer coisa' Policiais são vistos nas regiões mais movimentadas, mas parecem incapazes de patrulhar todas as vielas que cortam a ilha, onde vendedores oferecem também cogumelos mágicos ou medicamentos e estimulantes como Viagra, Cialis ou efedrina. Sentado na entrada de uma lanchonete, um jovem diz ter "qualquer coisa que você quiser". Autoridades dizem que desenvolvimento de turismo impulsionou consumo de drogas pela população local Maconha é, historicamente, a droga mais usada na Indonésia. Mas, nos últimos anos, houve um aumento expressivo no consumo de ecstasy e metanfetamina – conhecida localmente como "shabu" -, diz um relatório da Organização das Nações Unidas, que apontou um crescimento no número de "fábricas" de drogas sintéticas no país. Também são populares cocaína e heroína. "(Turistas) vêm para cá com diferentes objetivos. Alguns estrangeiros vêm para cá só para usar drogas", diz I Made Adi Mantara, diretor do centro de reabilitação Yakeba, em Bali. "Tem um mercado, muitos usuários. Tem dinheiro. É lucrativo... As pessoas oferecem drogas para você na rua. Não é difícil. Qualquer coisa que você quiser, eles vão te oferecer". Download Flash Player now You need to install Flash Player to play this content. null A Indonésia tem 250 milhões de habitantes. O presidente Widodo diz haver cerca de 4,5 milhões de usuários de drogas no país, e que entre 40 e 50 indonésios morrem todos os dias por causa de narcóticos - mas muitos questionam a veracidade destes números. "Todo mundo presta atenção a Bali por causa dos estrangeiros. Mas em Jacarta e em outras cidades o problema é maior que em Bali", disse Mantara. Na verdade, a aparente venda fácil de drogas não é diferente da realidade de outros países da região, também populares destinos para estrangeiros. Na Tailândia, por exemplo, o uso de alucinógenos é conhecido nas famosas festas da Lua Cheia. Ou no Camboja, onde a "pizza feliz", salpicada de maconha, parece ser item obrigatório no cardápio de turistas. Execuções têm efeito? Ferni Yuniarti Pozaddier tem 35 anos e é ex-usuária de drogas. É HIV positivo e disse já ter provado "de quase tudo". Já vendeu drogas e conta que, antes da repressão maior, comprá-las "era muito barato". "Agora, é muito, muito caro". Essa é uma observação ouvida com frequência em Bali. Numa das abordagens na rua, um vendedor oferece uma pílula de ecstasy ao equivalente a US$ 50. É difícil saber o que está sendo vendido e por quem – tópico frequente de discussão aqui e em fóruns na internet, onde usuários alertam para "armadilhas" e o perigo de comprar drogas nas ruas. Policiais trabalham à paisana para detectar vendedores e compradores de drogas. Há, também, relatos de agentes associados a traficantes que, ao flagrar estrangeiros com drogas, cobrariam propinas que chegariam a milhares de dólares num país habituado a casos de corrupção. Budiartha, da polícia antinarcóticos de Bali, disse ter havido casos de policiais demitidos por estarem envolvidos com grupos de drogas, mas não citou casos atuais.
Há um grande mercado para drogas em Bali Gusti Ketut Budiartha, chefe da agência anticarcóticos de Bali. A maior fiscalização das autoridades indonésias tem sido elogiada internacionalmente, mas fronteiras porosas e corrupção endêmica seguem como grandes desafios na luta contra o tráfico de drogas, alertou o Departamento do Estado americano em relatório divulgado no ano passado. Parte do tráfico no país seria, inclusive, comandado por líderes de dentro de prisões indonésias, onde a corrupção é conhecida e acusações de favorecimento são generalizadas. Download Flash Player now You need to install Flash Player to play this content. null E nem a retomada das execuções parece afastar traficantes. "Na minha opinião, as execuções não têm efeito", diz Budiartha. Em janeiro, a agência antidrogas indonésia confiscou mais de 860 kg de metanfetaminas, no que autoridades consideraram a maior apreensão de drogas da história do país, segundo a imprensa local. Sinal de que o mercado, à primeira vista, segue atrativo. Voltar ao topo Principais notícias Recursos e exame ignorados: Indonésia atropelou o processo legal? Para advogado de brasileiro fuzilado, governo 'fechou olhos e ouvidos e quis executá-lo'; suspensão de última hora de pena de filipina levanta dúvidas sobre falhas nas investigações. 29 abril 2015 Em um ano, Rio-2016 vai de 'mais atrasada' a 'andando nos trilhos' 29 abril 2015 Região Norte lidera em acesso à Internet por celular 29 abril 2015 Destaques e Análises Assobio e investidas de pedreiros geram inquérito sobre assédio Jovem mexicana foge após dois anos como escrava EUA: história de amor pode mudar rumo do casamento gay Em meio a debate na Suprema Corte, conheça a indústria do casamento gay nos EUA Americano cria sapato que cresce com pé da criança Nepal: 'O momento em que o tremor atingiu minha casa' O visual surreal do Lago Verde, na Áustria COMPARTILHE O MUNDO LIVE NEWS NOTICIAS NAS REDES SOCIAIS Facebook Twitter Google+ LinkedIn comunidade.net Yahoo.com.br msn.com YouTube FONTE:www.bbc.co.uk

Jovem mexicana foge após dois anos como escrava

Caso provocou espanto na capital mexicana; país tem mais de 260 mil pessoas em situação análoga à escravidão, segundo ONG. Uma jovem mexicana de 22 anos viveu os últimos dois anos acorrentada pelo pescoço e submetida a constantes maus-tratos físicos. Ela trabalhava em condições análogas à escravidão em uma tinturaria na Cidade do México e denunciou os patrões à polícia ao conseguir escapar. Agora, seus patrões são acusados de trabalhos forçados, no que, segundo a Procuradoria de Justiça, é o primeiro caso do tipo descoberto na capital. A garota disse às autoridades que era alimentada uma vez por dia com um caldo de frango com feijões e algumas tortilhas. Para aplacar a fome, ela afirmou que costumava mastigar o plástico que cobria as roupas que a obrigavam a passar. Contra a sede, bebia a água condensada no ferro. A má alimentação causou sérios prejuízos a seu organismo. De acordo com a Procuradoria, ela foi resgatada com um quadro de anemia severa e "tem um aspecto físico de 14 anos, mas seus órgãos internos se assemelham aos de uma pessoa de 81 anos, por causa dos danos causados em cativeiro". Quando tentava descansar em meio aos turnos de mais de doze horas de trabalho, ela afirmou que era golpeada com pedras ou chaves de fenda. Suas costas também eram frequentemente queimadas com o ferro de passar roupas. Ela disse ainda, segundo a Procuradoria, que "quando as feridas iam cicatrizando, lhes arrancavam as cascas". Seu corpo tinha diversas marcas dos ferimentos. Cinco pessoas da família dona da tinturaria foram presas sob acusações de abuso. A garota conseguiu escapar do cativeiro há alguns dias, quando percebeu que a corrente que a prendia estava frouxa. Ela saiu à rua e encontrou policiais, a quem pediu ajuda. Em seguida, eles a levaram ao Ministério Público para que ela denunciasse a situação. 'Eu a chamava de mãe' De acordo com a vítima, que não foi identificada publicamente, seus agressores lhe ofereceram boas condições de trabalho quando foi contratada, além de um lugar para morar. "No começo, era um bom trabalho. (Eu trabalhava) das nove da manhã às oito da noite e me pagavam 300 pesos (R$ 57) por semana", disse ao jornal local El Universal. "Eu vivia com a família. Eles me alimentavam e eu dormia com a dona e suas filhas na casa, acima da tinturaria. Eu até a chamava de mãe." No entanto, segundo a Procuradoria, as irmãs Letizia e Fanny, filhas de seus patrões, começaram a acusá-la de roubar objetos da casa e danificar as roupas com as quais trabalhava. A partir daí, eles a acorrentaram e deixaram de pagá-las. Segundo o Índice Global de Escravidão 2014, da ONG Fundação Walk Free, o México tem cerca de 267 mil pessoas – muitas delas imigrantes centro-americanos sem documentos – vivendo como "escravos modernos". O Brasil, segundo o mesmo índice, possui 155 mil trabalhadores em condições análogas à escravidão. Em dezembro de 2014, a chamada "lista suja" do trabalho escravo, que divulgava nomes de empregadores condenados administrativamente em definitivo pelo uso de trabalho escravo, foi suspensa por uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF). A lista era considerada um instrumento pioneiro de combate à escravidão moderna no mundo e sua suspensão causou preocupação a órgãos internacionais. No último dia 31 de março, o Ministério do Trabalho e Emprego e a Secretaria de Direitos Humanos assinaram uma nova portaria, amparada pela Lei de Acesso à Informação, determinando a divulgação da lista. A relação, no entanto, ainda não foi divulgada. O atraso já é alvo de cobranças por parte de instituições como o Instituto Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo. O conceito de "escravidão moderna" abarca a escravidão, o tráfico humano, o trabalho forçado ou servidão por dívida e o matrimônio servil. A Fundação Walk Free estima que, no mundo todo, cerca de 36 milhões de pessoas estejam nessas condições. FONTE:www.bbc.co.uk

PROGRESS M27M RETORNARA A TERRA EM 07 DE MAIO 2015:A NAVE ESTAVA PERDIDA NO ESPAÇO E CORRIA RISCO DE COLISÃO COM A TERRA

FONTE:TITULO MODIFICADO POR MUNDO LIVE NEWS NOTICIAS A BAIXO A MATÉRIA DO GI.COM Nave 'perdida' deve retornar à Terra entre 5 e 7 de maio, diz agência russa Roscosmos monitora a Progress M-27M e descarta acoplagem na ISS. Nave não-tripulada transportava 2,5 toneladas de suprimentos.
Nave russa Progress M-27M que seguiria para a Estação Espacial apresentou problemas (Foto: AFP) A agência espacial russa, a Roscosmos, divulgou na tarde desta quarta (29) que monitora a nave-cargueiro Progress M-27M, que apresentou problemas horas depois de decolar rumo à Estação Espacial Internacional (ISS), e informou que o foguete deve reentrar a atmosfera da Terra entre 5 e 7 de maio. Em comunicado publicado em seu site, a Roscosmos descartou qualquer chance de reaproximação do foguete com suprimentos com a plataforma onde estão os astronautas. O texto diz que o voo desde o Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, até o espaço ocorreu normalmente. Porém, 1,5 segundo antes da separação da nave do veículo lançador, houve perda de dados do sistema de telemetria (responsável por enviar informações para a Terra). "Quando os dados foram recuperados, o tempo para a separação já havia passado", explica a Roscosmos. Ainda de acordo com a agência, houve tentativas para que ocorresse a ancoragem segura da nave não-tripulada na Estação Espacial, mas o plano foi descartado por apresentar riscos. "Estamos atualmente monitorando os sistemas e os especialistas da Roscosmos deverão vão nos informar prontamente a evolução do caso", diz o texto. No vídeo acima, publicado no canal do YouTube da agência espacial americana (Nasa), é possível ver imagens feitas por uma das câmeras da Progress que mostram o foguete girando em grande velocidade sobre seu próprio eixo, algo que impossibilita qualquer tentativa de manobra de aproximação e acoplamento à Estação Espacial. Sem risco de colisão com a Estação Espacial O documento cita ainda que a Progress M-27M não oferece risco de colisão com a ISS e poderá entrar em contato com a atmosfera da Terra entre 5 e 7 de maio. Um relatório será elaborado até 13 de maio e nele estará a conclusão sobre o que provocou a falha em um dos processos do lançamento. Com 2,5 toneladas de suprimentos, a nave deveria chegar à plataforma internacional seis horas depois de sua decolagem. Ela carrega combustível, oxigênio, alimentos, equipamentos científicos para os astronautas. Após a perda, cujo custo é estimado em até US$ 90 milhões, o próximo cargueiro em direção à ISS sairá da Terra no 3º trimestre deste ano. De qualquer forma, os astronautas têm provisões suficientes para continuar com sua vida no espaço, apesar do incidente com a Progress. FONTE:G1.COM

MEGA SENA VAI FICAR MAIS CARA:PREÇO DAS APOSTAS DA MEGA SENA E LOTOFÁCIL FICARA MAIS CARA

Caixa vai aumentar preço da aposta da Mega-Sena, Lotofácil e Quina Aposta mínima da Mega será de R$ 3,50; da Loto, R$ 2, e Quina, R$ 1,50. Mudança vale em 11 de maio para Mega e Quina, e no dia 10 para a Loto.
29/04/2015 07h48 - Atualizado em 29/04/2015 10h26 Caixa vai aumentar preço da aposta da Mega-Sena, Lotofácil e Quina Aposta mínima da Mega será de R$ 3,50; da Loto, R$ 2, e Quina, R$ 1,50. Mudança vale em 11 de maio para Mega e Quina, e no dia 10 para a Loto. Do G1, em São Paulo Facebook Portaria publicada nesta quarta-feira (29) no "Diário Oficial da União" autoriza a Caixa Econômica Federal a reajustar os preços das apostas das loterias Mega-Sena, Lotofácil e Quina, Dupla-sena e nas loterias esportivas Loteca e Lotogol. A Caixa fica autorizada a elevar em 40% os preços da aposta mínima (de seis números) da Mega-Sena, passando o valor de R$ 2,50 para R$ 3,50 para as vendas a partir de 24 de maio. Com a alta da aposta mínima, os preços das combinadas passam a ser os seguintes: 7 números – R$ 24,50 8 números – R$ 98 9 números – R$ 294 10 números – R$ 735 11 números – R$ 1.617 12 números – R$ 3.234 13 números – R$ 6.006 14 números – R$ 10.510,50 15 números – R$ 17.517,50 No caso da Lotofácil, o preço da aposta subirá para R$ 2 para as vendas a partir de 23 de maio (concurso 1.054). Para a Quina, o valor da aposta de 5 números será reajustado para R$ 1,50 para as vendas partir de 24 de maio (concurso 3.486). No caso da Dupla-sena, o preço da aposta de seis números passa a R$ 2 a partir de 23 de maio. Para a Loteca, a aposta simples passa a ser de R$ 1 a partir de 18 de maio. Os preços das apostas da Lotogol passam a ser de R$ 1 a partir de 18 de maio, para "1 aposta". Com as elevações das apostas mínimas, sobem também, proporcionalmente, as apostas múltiplas dessas loterias. As apostas da Lotomania e da Timemania serão mantidas, respectivamente, em R$ 1,50 e R$ 2.00 FONTE:G1.COM

DOS DEZ MANDAMENTOS PODERÁ MUDAR DE NOME ?Record é acionada pela Justiça e poderá mudar nome da novela ‘Os Dez Mandamentos’

/b048f1812d7b41809080263dd0d54fa3" />
Produtora do Espírito Santo entra com liminar contra a emissora (Divulgação/TV Record) Sucesso de audiência na tela da Record, a novela “Os Dez Mandamentos” poderá mudar de nome. O motivo é que a empresa Vitória Promoções e Produções, do Espírito Santo, entrou na Justiça do Rio de Janeiro contra a emissora.
De acordo com informações do colunista Flávio Ricco, do portal “UOL”, a liminar em questão desautoriza o canal do bispo Edir Macedo, 70, de usar o título da sua atual trama bíblica. A empresa alega que é a dona dos direitos. Por enquanto, o pedido que a Record altere o nome da obra ainda não foi julgado. Porém, a emissora quando notificada sobre o fato, defendeu-se e argumentou que “a expressão Os Dez Mandamentos não tem qualquer originalidade em seu conteúdo nominativo”. FONTE:YAHOO

Pílula anticoncepcional causa câncer de colo do útero?

Pílula anticoncepcional causa câncer de colo do útero? Descubra como o tumor se forma e se há relação com ingestão de hormônios ARTIGO DE ESPECIALISTA foto especialista Dr. Fabio Laginha Ginecologista e Obstetra - CRM 42141/SP especialista minha vida requentemente ouço a seguinte pergunta em meu consultório: o anticoncepcional pode causar câncer de colo de útero? Essa é uma dúvida relativamente comum já que algumas mulheres associam o uso do hormônio com risco aumentado de câncer. Mas esse raciocínio faz sentido para determinados órgãos como as mamas e endométrio (cavidade do útero) quando usamos hormônios na pré e pós-menopausa, tratamento que deve ser orientado e acompanhado com um médico. Os hormônios das pílulas não influenciam na transmissão, infecção e evolução do câncer do colo do útero. No caso do colo do útero, a resposta correta é não. Não existe relação causal entre o uso de pílula anticoncepcional com o câncer do colo uterino, que é causado pelos HPVs (Vírus do Papiloma Humano). Existem mais de 120 tipos de HPV, sendo que por volta de 40 deles infectam mais as regiões anogenitais e outras mucosas. São dividimos em alto (oncogênicos) e baixo risco pela capacidade maior ou menor de causar câncer. Os vírus de baixo risco são os responsáveis pelas famosas verrugas genitais ou cristas de galo. Os HPVs são a doença sexualmente transmissível (DST) mais comum. Esses vírus penetram na espessura da pele e mucosas, infectando as células da pele, fazendo com que elas produzam novos vírus. Esse mecanismo, em casos de pacientes com predisposição, baixa imunidade e com os vírus de alto risco, pode levar à formação de alterações celulares e evoluir para o câncer. Outras infecções por vírus, como a Hepatite B e C, também podem levar ao câncer de fígado, por exemplo. Calcula-se que um a cada seis casos de cânceres no mundo é causado por infecções evitáveis e tratáveis. O câncer de colo de útero é um dos maiores exemplos. Como o vírus infecta a espessura da pele, ele não penetra na corrente sanguínea e consegue burlar o sistema imunológico. As vacinas contra HPVs são revolucionárias e poderão diminuir em muito os casos de câncer de colo uterino, vagina, vulva, ânus, garganta e outros. Calcula-se que vacinas contra apenas 2 tipos de vírus oncogênicos possam diminuir cerca de 70% dos casos de câncer do colo uterino, e as mais novas com 7 tipos cerca de 90% dos casos. As vacinas quadrivalentes e nonavalentes protegem contra mais 2 tipos de vírus de baixo risco e diminuem a incidência em 90% das verrugas anogenitais. Portanto, os hormônios das pílulas não influenciam na transmissão, infecção e evolução do câncer do colo do útero. Alguns artigos científicos antigos correlacionam a pílula com câncer de colo uterino quando usadas por tempo prolongado, mas é mais provável que quem toma pílula tenha mais risco de exposição e contaminação pelos HPVs por maior número de parceiros novos sem proteção adequada. Na verdade, as pacientes que usam pílulas até apresentam um risco menor de alguns cânceres ginecológicos como do endométrio (cavidade do útero) e ovário. Quanto ao risco de câncer de mama, ele aumenta pouco durante o uso da pílula e retorna aos níveis normais após a mulher parar de utilizá-la por mais de cinco a 10 anos. FONTE:YAHOO/guiadaweb.net

PROGRESS M-27M NAVE RUSSA DE 2,5 TONELADAS DE SUPRIMENTOS ESTA CAINDO VINDO EM DIREÇÃO DA TERRA

Totalmente descontrolada, nave russa está caindo em direção à Terra
Reprodução Lançada na terça-feira (28) em direção à Estação Espacial Internacional (ISS), a nave-cargueiro russa Progress M-27M, antes dada como perdida, está na verdade descontrolada e caindo em direção à Terra. As informações são da agência de notícias France Presse. Até o momento a localização da queda da nave não foi indicado pelas agências espaciais. Uma fonte que não se identificou afirmou que “a nave está tendo reações totalmente incontroláveis” e que os controladores de voo russos estão tentando restabelecer conexão com a nave, mas as possibilidades de sucesso são baixas. “É realmente impossível saber quando cairá exatamente na Terra, depende de muitos fatores. Mas a queda acontecerá em condições incontroláveis”, explicou ele em entrevista. A nave carrega 2,5 toneladas de suprimentos e não deveria demorar mais do que seis horas para chegar à ISS. Entre os suprimentos estão combustível, oxigênio, alimentos e equipamentos científicos para os astronautas que habitam a estação. Antes da notícia da queda descontrolada, os prejuízos já eram estimados em pelo menos US$ 90 milhões. Outra preocupação decorrente do sumiço da M-27M, a vida dos astronautas da ISS está garantida em relação a suprimentos. As informações são de que uma nova nave, que seria lançada em 8 de agosto, deve ter seu lançamento adiantado para suprir as necessidades. FONTE:YAHOO NOTICIAS

LUTO :MORRE O ATOR ANTONIO ABUJAMRA REDE GLOBO DA NOVELA QUE REI SOU EU Primeiro episódio: 13 de fevereiro de 1989 Episódio final: 16 de setembro de 1989

Antônio Abujamra durante programa 'Provocações', na TV Cultura (Foto: Reprodução/TV Cultura) Em 1965, Abujamra dirige, no Rio de Janeiro, a montagem de “O Berço do Herói”, de Dias Gomes. A peça foi interditada pela censura no dia do ensaio geral. Nos anos seguintes, dedica-se ao Teatro Livre, companhia de Nicette Bruno e Paulo Goulart realizando montagens ambiciosas, como “Os Últimos”, de Máximo Gorki. Em 1975, dirige Antônio Fagundes no monólogo “Muro de Arrimo”, de Carlos Queiroz Telles, paradoxo entre as duras condições de vida de um operário da construção civil e suas ilusórias expectativas de um futuro brilhante, e recebe o Prêmio Molière, pela direção de “Roda Cor de Roda”, de Leilah Assumpção. Na primeira metade dos anos 1980, Abujamra se engaja em recuperar o Teatro Brasileiro de Comédia. Entre seus espetáculos mais significativos no TBC estão “Os Órfãos de Jânio”, de Millôr Fernandes, 1981; “Hamletto”, de Giovanni Testori, 1981; “Morte Acidental de um Anarquista”, de Dario Fo, 1982; e “A Serpente”, de Nelson Rodrigues, 1984. Em 1987, encerrado o projeto do TBC, Abujamra dirige, para a Companhia Estável de Repertório, de Antonio Fagundes, a superprodução “Nostradamus”, de Doc Comparato, grande êxito de bilheteria. Aos 55 anos, Abujamra inicia sua carreira de ator. Em dois anos, atua em duas telenovelas e três peças e é premiado pelo desempenho no monólogo “O Contrabaixo”, de Patrick Suskind, 1987. Em 1991, recebe o Prêmio Molière pela direção de “Um Certo Hamlet”, espetáculo de estreia da companhia Os Fodidos Privilegiados, fundada por Abujamra para ocupar o Teatro Dulcina, no Rio. Declaração Em depoimento ao jornal 'O Estado de S. Paulo', em 2010, o escritor falou de sua percepção a respeito da vida e da morte. "A essência do meu progresso estava em poder aceitar a minha decadência. Ou seja, progredir até morrer, porque viver é morrer. E não me arrependo de nada." FONTE:G1.COM

NEPAL PEDE SOCORRO : DOE AGORA MESMO AOS DESABRIGADO PELO TERREMOTO DO NEPAL

AJUDE O NEPAL DOANDO DIRETO NO SITE DA CRUZ VERMELHA ,MEDICAMENTOS E ATENDIMENTO AS VITIMAS DO TERREMOTO ,AJUDA QUE NÃO PODE ESPERAR FONTE:MUNDO LIVE NEWS

ADESTRAMENTO OU MAUS TRATOS :INTELIGÊNCIA ADQUIRIDA OU FORÇADA NA PANCADA ?

Ao julgar só pelo vídeo, é muito fácil acreditar que a cadela da raça Golden Retriever, Li Li, foi bem treinada para guardar a bicicleta do tutor, Mr. Luo, enquanto o mesmo está fora, e em seu retorno, com um simples comando, subir sozinha na garupa para pegar uma carona. O problema é que surgiram imagens supostamente dos bastidores desse vídeo, que mostram os momentos chocantes do tutor batendo na cadela e ela por sua vez muito assustada no chão. É possível encontrar diversos vídeos online de truques, feitos através de medo e agressão física. Os vídeos foram postados na conta de Jeffrey O no Youtube, um desenvolvedor freelancer em passagem pela China, onde as imagens foram capturadas.
LINK VÍDEO NO YOUTUBE :https://www.youtube.com/user/ALCREW?feature=watch FONTE:Daniela Engel GOOGLE + moderador

NEPAL :MILAGRE JOVEM É ENCONTRADO NO MEIO DOS ESCOMBROS APÓS 82 HORAS SOTERRADO

Jovem nepalês foi resgatado após 82 horas debaixo dos escombros Um jovem nepalês foi resgatado, esta quarta-feira, depois de permanecer 82 horas preso, debaixo dos escombros de um edifício em Katmandu.
Uma equipa francesa, juntamente com a polícia nepalesa, trabalharam durante 10 horas para libertar Rishi Khanal, de 28 anos, que não conseguia sair dos escombros. A tragédia que abalou o Nepal, e os países vizinhos, já causou mais de 5000 mortos e 11 mil feridos. FONTE:www.abola.pt

INDONÉSIA EXECUÇÃO DE BRASILEIRO : EU VOU PARA O CÉU DIZ BRASILEIRO ANTES DE LEVAR TIRO DE FUZIL NO PEITO

'Irei para o céu', disse brasileiro executado na Indonésia em encontro final Rodrigo Gularte estava sereno ao ver prima pela última vez, disse diplomata que acompanhou reunião; ele foi fuzilado junto com outros sete condenados.
Cruzes com nomes dos condenados foram produzidas com antecedência em Cilacap (Foto: AZKA / AFP) Rodrigo Muxfeldt Gularte estava sereno nas horas que antecederam sua execução na Indonésia na tarde desta terça-feira, horário de Brasília. Ele alternou momentos de lucidez e delírio e disse que dali iria para o céu, disse um diplomata brasileiro que o viu pela última vez. O paranaense, de 42 anos, foi executado na prisão de Nusakambangan. Familiares tentavam convencer autoridades a rever sua pena e transferi-lo para um hospital após ele ter sido diagnosticado com esquizofrenia. Gularte havia sido preso em 2004 no aeroporto de Jacarta com 6kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe, e condenado à morte no ano seguinte. Parentes dizem que ele foi aliciado por traficantes internacionais devido ao seu estado mental. "Daqui irei para o céu e ficarei na porta esperando por vocês", declarou Gularte no encontro final, disse à BBC Brasil o encarregado de negócios do Brasil em Jacarta, Leonardo Carvalho Monteiro, maior autoridade brasileira na Indonésia. Monteiro acompanhou os disparos da execução à distância, ao lado de Angelita Muxfeldt, prima de Gularte. O fuzilamento ocorreu por volta de 0h25 (horário local, 14h25 em Brasília), disse ele. "Foram vários tiros fortes e ao mesmo tempo". O corpo será levado ao Brasil, onde será enterrado. Angelita foi a última familiar a ver Gularte, à tarde (horário local). Ela foi para a Indonésia em fevereiro para tentar reverter a execução do brasileiro. Visitava-o regularmente, duas vezes por semana, e disse que, neste tempo, nunca o tinha visto tão calmo. "Ele não queria que eu chorasse", disse ela a jornalistas, emocionada, após deixar a prisão. O aviso das execuções foi feito no sábado. Desde então, familiares tiveram permissão para visitar diariamente os presos. Nestes encontros, Gularte fez discursos "delirantes", expressando confiança de que não seria executado, disse o diplomata brasileiro. Ele citou o desenho Aladdin ao rejeitar fazer seus desejos finais, disse o advogado Ricky Gunawan, que assumiu o caso em março. O último contato com a mãe foi por telefone na segunda-feira, segundo Gunawan. Clarisse, de 70 anos, havia visitado o filho em fevereiro e retornou ao Brasil. Na ligação, de 20 minutos, ele conversou também com a irmã. Gularte é o segundo brasileiro a ser executado na Indonésia. Em janeiro, o carioca Marco Archer Cardoso Moreira foi fuzilado, também condenado à morte por tráfico de drogas. Tom mórbido Durante todo o dia, no porto em Cilacap, que dá acesso à Nusakambangan, dezenas de jornalistas e populares aguardavam por familiares e diplomatas que deixavam a prisão. Parentes faziam pedidos emocionados por clemência. A irmã de um dos condenados australianos chegou a desmaiar. Ambulâncias que carregavam caixões entrando na prisão contribuíram com o tom mórbido do caso. A família nutria esperanças de uma reviravolta final no caso de Gularte, tida como improvável. Antes da execução, a Justiça indonésia havia ignorado recurso da defesa que pedia revisão da decisão do presidente, Joko Widodo, de negar-lhe clemência, disse o advogado. Outra tentativa de reverter a sentença - o pedido de transferência da guarda de Gularte para sua prima - teve audiência marcada para o dia 6 de maio, depois da execução, o que foi criticado pela defesa do brasileiro. Outros sete prisioneiros foram executados por fuzilamento junto com Gularte - dois da Austrália, três nigerianos, um ganense e um indonésio. Uma condenada filipina foi poupada de última hora. As execuções foram realizadas apesar de pressão dos países dos condenados, da Organização das Nações Unidas e de grupos de direitos humanos. Widodo justificou as execuções - que têm apoio popular na Indonésia - dizendo que o país está em situação de "emergência" devido às drogas. Segundo ele, 33 indonésios morrem todos os dias em consequência de narcóticos. FONTE:G1.COM

segunda-feira, 27 de abril de 2015

NEPAL : VITIMAS DE TERREMOTO JÁ PASSA DE 4 MIL (QUATRO MIL )

Número de mortos passa de 4 mil após terremoto no Nepal Pelo menos 7,5 mil pessoas ficaram feridas, segundo o governo nepalês. Dezenas de milhares de pessoas ficaram sem comida, água ou abrigo.
O número de mortos após o terremoto que atingiu o Nepal no sábado (25) passou de 4 mil nesta segunda-feira (27), segundo balanço do Centro Nacional de Operações de Emergência do país. Agências e governos internacionais corriam para enviar equipes de busca e resgate, médicos e remédios ao país. Dezenas de milhares de pessoas ficaram sem comida, água ou abrigo. O terremoto de magnitude 7,8, o mais violento dos últimos 80 anos no país, provocou vários tremores secundários e diversos deslizamentos no monte Everest, onde 18 pessoas morreram no início da temporada de alpinismo. As agências humanitárias ainda têm dificuldades para avaliar o alcance da devastação e as necessidades da população. Também morreram 67 pessoas na Índia em decorrência do terremoto. Quase um milhão de crianças precisam de ajuda urgente, segundo o Fundo para Crianças das Nações Unidas (Unicef). O Itamaraty informou que recebeu informações sobre 96 brasileiros que estavam no Nepal durante o terremoto. Nenhum dos localizados sofreu ferimentos, segundo as informações mais recentes do governo federal. A Embaixada do Brasil em Katmandu "segue mobilizada para prestar o apoio necessário aos cidadãos brasileiros que se encontram no país", informou o ministério. Equipes enviadas por Índia, Paquistão, Estados Unidos, China e Israel estão no Nepal para ajudar, disseram as Nações Unidas, escavando toneladas de escombros em busca de milhares de pessoas ainda desaparecidas. Grupos internacionais de busca chegaram ou devem chegar à capital Katmandu, com unidades do Japão, EUA e Inglaterra equipadas com cães farejadores e equipamentos pesados para retirada de escombros. Os Estados Unidos anunciaram que repassarão US$ 10 milhões em ajuda ao Nepal, segundo o secretário de Estado John Kerry. As autoridades que coordenam as tarefas de socorro no Nepal se reuniram nesta segunda-feira para tentar reabrir os mercados e distribuir pacotes de ajuda aos desabrigados pelo terremoto no país asiático, informou a imprensa local. O Comitê de Coordenação de Resgate em Desastres Naturais, reunido na sede do governo nepalês em Katmandu, pediu aos chefes de distrito que trabalhem para abrir as lojas nas zonas afetadas. O objetivo é facilitar a provisão de produtos à população em geral.
Ao menos 7,5 mil feridos Pelo menos 7,5 mil pessoas ficaram feridas, segundo o governo nepalês, e o tratamento delas e de outros sobreviventes retirados dos escombros de edifícios destruídos continua sendo uma tarefa bastante desafiadora. "A prioridade continua sendo salvar vidas e buscar e resgatar sobreviventes", afirma relatório da equipe local das Nações Unidas no Nepal.
Guia sherpa ferido em avalanche do monte Everest é levado em ônibus para Katmandu neste domingo para receber atendimento (Foto: AP Photo/Bikram Rai) O tremor destruiu edifícios, monumentos, estradas e outras infraestruturas. Mais de 60 terremotos secundários, incluindo um sismo de magnitude 6,7, já foram sentidos. Segundo a agência EFE, pacotes com remédios e equipamentos sanitários foram entregues neste domingo pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a hospitais no Nepal. Os artigos sanitários servirão para atender 40 mil pessoas durante três meses, indicou a organização de sua sede em Genebra. Além disso, a OMS desembolsou US$ 175 mil como uma primeira doação de emergência para que se atendam as necessidades de saúde mais urgentes dos afetados pelo terremoto. Fuga de pessoas Muitos habitantes de Katmandu iniciaram nesta segunda um êxodo após o violento terremoto. Famílias inteiras se amontoavam em ônibus e algumas pessoas inclusive viajavam no teto dos veículos. Muitos habitantes também se deslocaram as suas cidades natais para determinar a magnitude do desastre ali. Este êxodo começa num momento em que as equipes internacionais com cães treinados, equipamentos pesados para remover os escombros e provisões conseguiram aterrissar no país. "Agora é importante prevenir outro desastre tomando as precauções adequadas contra as epidemias", disse à imprensa o porta-voz do Exército, Arun Neupane. Diante do medo da falta de provisões, as pessoas também se amontoavam nas lojas e nos postos de combustível. Hospitais estão lotados No vale de Katmandu, hospitais estão lotados e estão ficando sem espaço para corpos, afirmaram socorristas. Os centros médicos também estão ficando sem suprimentos de emergência. Alguns deles estão tendo que tratar os feridos nas ruas. Neste domingo, doentes e feridos deitavam-se em uma empoeirada rodovia fora do Kathmandu Medical College, enquanto funcionários do hospital carregavam pacientes para fora do prédio em macas e sacos. Os médicos montaram uma sala de operações dentro de uma tenda para onde levavam os mais críticos, após um tremor particularmente grande forçar as pessoas a correrem aterrorizadas para as ruas. No lado externo do Centro Nacional de Trauma em Katmandu, pacientes em cadeiras de rodas que estavam em tratamento antes do terremoto juntaram-se a centenas de feridos com membros fraturados e sujos de sangue, deitados dentro de barracas feitas com lençóis do hospital. 940 mil crianças atingidas O Unicef estima que pelo menos 940 mil crianças foram gravemente atingidas na região que inclui os distritos de Dhading, Gorkha, Rasuwa, Sindhupalchowk e Katmandu. Enquanto isso, campos de desabrigados deverão estar prontos nos próximos dias. "Centenas de milhares de pessoas estão dormindo ao relento, pois estão muito assustadas para voltarem para suas casas por causa de todos os tremores secundários", disse Zubin Zaman, gerente da agência humanitária Oxfam, na Índia. FONTE:G1.COM

vibrador em que é possível guardar cinzas do falecido

Designer cria vibrador em que é possível guardar cinzas do falecido Produto inclui compartimento para iPhone. Para criador, ele permite que viúva resgate as memórias íntimas. Uma empresa de design criou um vibrador especial em que é possível guardar as cinzas do falecido. Além do brinquedo sexual, o produto criado pelo designer holandês Mark Sturkenboom inclui um compartimento para iPhone e um difusor de aroma.
Empresa de design criou vibrador especial em que é possível guardar as cinzas do falecido (Foto: Reprodução/Designboom) O produto recebeu o nome de "21 Gramas", já que é possível armazenar até 21 gramas de cinzas. A caixa na qual vem o vibrador é feita de madeira e polida à mão. Ela conta como uma chave banhada a ouro, que pode ainda ser usada como um colar.
Vibrador vem em uma caixade madeira polida à mão (Foto: Reprodução/Designboom) "21 Gramas é uma caixa de memória que permite que uma viúva resgate as memórias íntimas de um falecido querido", explicou Sturkenboom, que exibiu essa e outras criações na Semana de Design de Milão, na Itália.
Produto inclui compartimento para iPhone (Foto: Reprodução/Designboom) FONTE:G1.COM

Detento fica enroscado em teto de delegacia no Paraná após tentar fugir

Preso fica enroscado no teto de delegacia (Foto: Divulgação / Polícia Civil )Outros quatro presos da delegacia fugiram nesta segunda-feira (27). Preso que ficou enroscado foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros. Um preso da delegacia de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, ficou enroscado no teto ao tentar fugir do local durante a madrugada desta segunda-feira (27). Segundo o delegado Erineu Portes, quatro detentos conseguiram escapar. O detento que ficou entalado foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros por volta das 7h. O resgate demorou cerca de duas horas. Conforme Portes, ele não ficou ferido e já retornou à carceragem. Até as 12h10, os demais presos não tinham sido encontrados. Vinte e oito presos fugiram da carceragem da Delegacia da Polícia Civil de São José dos Pinhais, também na Região Metropolitana de Curitiba, na madrugada de domingo (26). Conforme os policiais, os presos serraram as grades da cela e fugiram. Até a manhã desta segunda, três foragidos tinham sido recapturados. FONTE:G1.COM

Os 20 mil números de telefone que só existem na ficção

Produções usam sequências fictícias para evitar problemas na vida real; no Brasil, mulher recebeu indenização por ter celular divulgado em novela A cena é clássica em novelas ou filmes: (quase sempre) imitando a vida real, uma personagem pega o telefone para falar com outra. O problema ocorre quando a sequência digitada (ou, pior, até às vezes sonoramente pronunciada) não é imaginária. À primeira vista, a situação pode parecer improvável, mas milhares de pessoas ─ com bastante tempo livre de sobra, ressalta-se ─ tentam ligar para números que veem em novelas, filmes ou seriados. Em 2010, o STJ (Supremo Tribunal de Justiça) condenou a TV Globo a pagar uma indenização de R$ 19 mil a uma mulher que teve o número de celular divulgado em uma novela da emissora. O caso havia ocorrido em 2003. No processo, a dona do aparelho conta que passou a receber chamadas de pessoas "a qualquer hora do dia e da noite" para saber se o número realmente existia e se era o da atriz que interpretava a personagem. Para evitar aborrecimentos desse tipo, vários países implantaram "medidas" em seus sistemas de comunicação. Estados Unidos e Reino Unido, por exemplo, são dois que mantêm milhares de número telefônicos fora do alcance dos usuários: seu uso está reservado exclusivamente para a ficção. Números famosos Em 1982, a canção 867-5309/Jenny, interpretada pela banda de pop rock Tommy Tutone, causou furor. E muitos descobriram que efetivamente o número funcionava em diferentes regiões dos Estados Unidos. A piada na ocasião era sempre a mesma: o usuário digitava a sequência e pedia para falar com Jenny. No Reino Unido, qualquer fã da série Doctor Whosabe de cor o número direto do doutor: 07700900461. A sequência foi mencionada pela primeira vez em um episódio veiculado em 2008. Número inexistente de protagonista de Doctor Who foi mencionado em série
Número inexistente de protagonista de Doctor Who foi mencionado em série Mas quem quiser "falar" com o personagem, não terá êxito. "O número que você ligou não existe", diz uma mensagem automática. Como essa combinação, existem mais de 20 mil que a autoridade reguladora das comunicações do Reino Unido, a Ofcom (a Anatel britânica), mantém fora de uso. Uso exclusivo Em 2000, quando os números de telefone no Reino Unido foram reorganizados, a Ofcom deixou 20 mil sequências reservadas para o uso no cinema, rádio e televisão. Entre eles há milhares que pertencem a regiões geográficas como Londres, Bristol ou Irlanda do Norte, enquanto outros são números de celular. Há também aqueles que parecem números de chamadas a cobrar. "Trata-se de dar maior realismo às produções", diz Joe Smithies, porta-voz da Ofcom, à BBC. "A ideia é apresentar um número que a audiência pode reconhecer como relevante no contexto histórico. Pode ser um número para uma área local específica, por exemplo, 020 para a série Eastenders, baseada em um bairro do leste de Londres, ou 07 para um número de celular", explica Smithies. Também há milhares de números reservados que começam com a sequência 01632, pensados para séries ou filmes que não querem se associar a uma zona geográfica específica. Nos Estados Unidos, por exemplo, normalmente produções cinematográficas usam a combinação tradicional 555 para retratar números de telefone. FONTE:BBC BRASIL

Morte de cliente que comeu amendoim pode levar dono de restaurante a prisão

Paul Wilson teve choque anafilático após ingerir comida de estabelecimento indiano no norte da Inglaterra Um dono de um restaurante foi a julgamento nesta sexta-feira na Inglaterra acusado de homicídio culposo (sem intenção de matar) pela morte de um cliente que teve um choque anafilático após comer um prato do estabelecimento contendo amendoim. Ele tinha alergia ao alimento. Paul Wilson, de 38 anos, sofreu uma reação alérgica após ingerir comida do restaurante Indian Garden, em Easingwold, no norte da Inglaterra, no último dia 30 de janeiro. O proprietário do estabelecimento, Mohammed Khalique Zaman, de 52 anos, optou por permanecer em silêncio durante todo o julgamento. A decisão sobre o caso foi adiada para o próximo dia 8 de maio. Zaman só falou ao juiz para confirmar seu nome, idade e endereço. Ele também foi acusado de obstruir a Justiça e de crime trabalhista. FONTE:BBC BRASIL

IMIGRANTES MORREM AO TENTAR CRUZAR FRONTEIRAS PELOS MARES ,TUDO FOI REGISTRADO POR FOTOGRAFO

Fotógrafo registra 'inferno' de imigrantes nos mares há 20 anos
Há duas décadas que o fotógrafo argentino Juan Medina segue imigrantes que tentam chegar à Europa. Medina foi o ganhador do Prêmio World Press pela imagem acima, feita na costa das Ilhas Canárias em 2004. Milhares de imigrantes continuam arriscando suas vidas em travessias no Atlântico ou no Mediterrâneo. Abaixo, Medina relata sua experiência à BBC: Aviso: As imagens abaixo podem chocar algumas pessoas. Comecei a fazer fotos de imigrantes pois vivia em Fuerteventura, nas Ilhas Canárias, trabalhando como fotógrafo para um jornal local e eles (os imigrantes) vinham de toda a África Subsaariana. O que aconteceu naquele dia em 2004 não foi diferente do que já estava acontecendo havia anos e do que vai continuar acontecendo. A viagem pelo mar para a Europa é feita por muitas pessoas que buscam uma vida melhor. A qualquer momento, os barcos podem virar, eles podem ficar sem combustível, o motor pode quebrar e os passageiros ficam expostos ao frio. Naquele dia, os imigrantes estavam em um barco pequeno, cheio de gente. Eles tinham embarcado havia horas. Leia mais: Quem são os traficantes de imigrantes do Mediterrâneo? Quando chegaram às Ilhas Canárias, havia uma patrulha da Guarda Civil esperando para detê-los. Os imigrantes começaram a embarcar em um cargueiro maior, mas quando todos se dirigiram para um lado, o barco virou. Vinte e nove deles foram resgatados. Nove morreram. As pessoas à bordo eram todos homens. Muitos vieram do Mali, alguns da Costa do Marfim e outros de Gana.
Monumentos para os imigrantes mortos no cemitério de Antígua, em Fuerteventura Os sobreviventes passaram pelo processo usual - são mantidos em centros de detenção para estrangeiros durante 40 dias, então são colocados em um voo de volta para seus países de origem ou levados para o continente, para a Espanha. Fotografei dois dos homens que estavam naquele barco, Isa e Ibrahim, quando eles estavam sendo retirados do mar. Eles foram para a Espanha. Os dois deixaram bem claro o que estava acontecendo no Mali. Eles vieram de famílias grandes. No caso de Isa, por exemplo, eles dependiam da lavoura. Não há muito trabalho. Eles não tinham oportunidades. Ele estavam vivendo uma situação de necessidade extrema. Fui até a casa deles no Mali e fui recebido de braços abertos pelas famílias, exatamente o oposto de como imigrantes são recebidos na Espanha. As famílias me contaram suas histórias então entendi a razão de seus filhos arriscarem suas vidas. O que chamou minha atenção foram as condições terríveis que eles deixaram para trás. Eles arriscaram morrer no mar mas enfrentavam pressões ainda maiores tentando sobreviver no Mali. Eles fizeram a viagem pois não tinham outra saída, não era porque buscavam aventuras.
Os imigrantes em um esconderijo nas montanhas perto do enclave espanhol de Ceuta, no norte da África
Um acampamento clandestino no norte do Marrocos, perto de outro enclave espanho, Melila
Mohamed, do Togo, trata dos ferimentos sofridos enquanto tentava nadar do Marrocos para a Espanha
Algumas pessoas que sobrevivem à jornada se juntam à nossa sociedade, na medida em que nossa sociedade permite: frequentemente de uma forma precária e instável, sem documentos, sem direitos. Isto está acontecendo na porta de nossa casa. Na verdade eles são nossos vizinhos, poderiam estar vivendo no andar acima de vocês, vendendo comida ou indo à escola com seus filhos. Se as pessoas sentem que não são diretamente afetadas por esta situação, elas estão fazendo vista grossa. Acho que minhas fotos são documentos, estas coisas estão acontecendo dia após dia. E as pessoas estão morrendo hoje. É incomum passar um mês sem uma tragédia. Mesmo depois de 20 anos seguindo esta história, as pessoas ainda estão se afogando toda semana e não vejo mudanças. Se houve alguma mudança, foi para pior. Cada tragédia ou naufrágio fica maior e mais doloroso, pois mais pessoas perdem as vidas. Há mais pressão da polícia, mais do que nunca, nas fronteiras da Europa, mas as pessoas ainda estão morrendo.
Um imigrante exausto chega à praia de Fuerteventura FONTE:IMAGENS JUAN MEDINA /REUTERS FONTE:MATÉRIA BBC BRASIL

ESTADO ISLÂMICO :CORPOS SÃO ENCONTRADOS ENTERRADOS EM VALAS

No Iraque, valas com até 1,7 mil corpos mostram horror do 'Estado Islâmico'
As escavações só começaram agora porque Tirkit estava na mão do 'Estado Islâmico' Equipes de perícia forense começaram a escavar 12 valas comuns encontradas em Tikrit, no norte do Iraque. Os peritos acreditam que possa haver no local até 1,7 mil corpos de soldados iraquianos, que teriam sido sequestrados e assassinados por militantes do grupo autodenominado "Estado Islâmico" (EI). Detalhes da execução dos militares teriam sido fotografados e gravados em vídeo – e, em seguida, enviados em junho de 2014 pela internet como parte da propaganda jihadista do grupo. Na época, o então porta-voz do EI, Qassim al-Moussawi, afirmou que as imagens eram autênticas. A maioria delas mostrava homens vestido como civis sendo obrigados a deitar nas valas. Em outas, era possível ver os jihadistas executando as vítimas. A autenticidade das imagens nunca foi confirmada, mas se a análise de DNA dos corpos mostrar que eles são mesmo de soldados desaparecidos, essa seria "a maior atrocidade já cometida no Iraque" desde a invasão liderada pelos Estados Unidos (em 2003), segundo o correspondente da BBC na região Jim Muir. Sobrevivente "Cavamos a primeira vala e até agora já encontramos ao menos 20 corpos. Os primeiros indícios mostram que são as vítimas do Campo Speicher", disse o perito Khalid al-Atbi, em referência à antiga base militar americana, onde os soldados foram capturados e possivelmente massacrados. Um sobrevivente do massacre disse à agência Reuters que se salvou ao se fingir de morto, quando já estava coberto por sangue de seus companheiros. "Eles atiraram em mim, mas erraram. O disparo seguinte foi para colega que estava do meu lado. Assim que ele caiu, eu também caí, me fingindo de morto. Estava totalmente coberto de sangue quando consegui me arrastar no vale", disse.
http://ichef.bbci.co.uk/news/ws/624/amz/worldservice/live/assets/images/2014/06/15/140615170903_sp_irak_yihadista_624x351_afp.jpg FONTE:www.bbc.co.uk

CAFÉ É FEITO COM FEZES DE JACU AVE SILVESTRE

Café é feito com fezes do Jacu, ave semelhante à galinha
Jacu (Penelope sp) – Foto de Eurico Zimbres/ Wikimedia Commons O jacu (Penelope sp.) é o principal responsável pela produção do jacu bird coffee (café do jacu), considerado um dos melhores cafés do Brasil. A ave, semelhante à galinha, era um problema para a Fazenda Camocim, localizada na região da Pedra Azul (Espírito Santo), próxima a uma mancha de Mata Atlântica. Os jacus, invadiam a plantação para se alimentar dos melhores frutos do cafezal. O transtorno era tão grande que os proprietários pediram autorização do governo para controlar a população dos animais. Foi então que os fazendeiros ouviram a história do kopi luwak, o café mais caro do mundo, produzido na Indonésia a partir dos grãos colhidos das fezes da civeta (Paradoxurus hermaphroditus), uma espécie de carnívoro.
Civeta (Paradoxurus hermaphroditus) – Foto de Tigrou Meow/ Wikimedia Commons O segredo está na “etapa especial” de fermentação das sementes, que acontece dentro do sistema digestivo do animal. Esse processo transforma as propriedades do café e lhe confere um sabor único. Mas a coleta das sementes é complicada: é preciso pegar as fezes do bichinho e lavar os grãos antes de torrá-los.
Pode parecer pé de moleque, mas são as fezes do jacu – Foto de divulgação A partir daí surgiu a ideia de fabricar o jacu bird coffee, que se tornou reconhecido internacionalmente. A produção é direcionada para a exportação, porém o café do jacu pode ser encontrado em algumas lojas do Brasil. Os amantes do café podem experimentar essa excentricidade em Santos, no Museu do Café. Se gostar da iguaria, prepare o seu bolso: 250 gramas de jacu bird coffee podem custar mais de R$ 100! Jacu Bird Coffee, produzido na Fazenda Camocim - Foto de divulgação Jacu Bird Coffee, produzido na Fazenda Camocim – Foto de divulgação FONTE:viajeaqui.abril.com.br

Mulher amarra esposo idoso em barraco de madeira e o deixa vivendo à espera da morte

Um homem idoso, de 86 anos, foi deixado por sua esposa, acorrentado à espera da morte em um barraco de madeira.
Pablo Tamariz Coraquillo teria sido tratado como um prisioneiro por cerca de dois anos, na pequena aldeia de Huauyan, Peru. Equipes de emergência receberam informações sobre o homem, e foram até ele, o encontrando completamente “fraco e desorientado”. O aldeão Viviano Villareal Corral, de 56 anos, disse: “Nós sabíamos que ele estava lá, mas sua mulher nos disse que era para seu próprio bem. Ela disse que ele ficava tentando fugir e ela decidiu que a melhor maneira de mantê-lo em casa era amarrá-lo.” Pablo Tamariz Coraquillo, um idoso, de 86 anos, foi deixado por sua esposa acorrentado à espera da morte em um barraco de madeira em uma aldeia no Peru.
Ele continuou: “Mas nós não percebemos que ele ficava lá o tempo todo. Nós apenas pensamos que era de vez em quando.” O homem foi levado para um hospital e agora deve seguir para uma instituição de cuidados onde viverá daqui pra frente. FONTE:Gadoo /www.meionorte.com/

Austrália pede investigação sobre corrupção no julgamento de condenados à morte na Indonésia

Por Jane Wardell e Randy Fabi SYDNEY/JACARTA (Reuters) - A Austrália fez um apelo de última hora à Indonésia nesta segunda-feira para adiar a iminente execução de dois traficantes de drogas australianos, dizendo ser preciso investigar os relatos de que o julgamento deles foi alvo de corrupção. O pedido da ministra das Relações Exteriores australiana, Julie Bishop, aprofundou uma disputa diplomática entre os dois países.
FONTE:IMAGEM :autonomiasociologica.blogspot.com Julie afirmou que as alegações de que os juízes pediram dinheiro para comutar as penas de morte para os dois eram "muito graves" e colocavam em questão a integridade do processo de condenação. Em conversa com repórteres no aeroporto de Jacarta, após retornar de uma cúpula regional em Kuala Lumpur, o presidente indonésio, Joko Widodo, disse que tais preocupações deveriam ter sido transmitidas anos atrás, quando o caso transitou nos tribunais. "Por que eles não falaram isso quando isso aconteceu, por exemplo?", afirmou. Armanatha Nasir, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Indonésia, declarou que os australianos Myuran Sukumaran e Andrew Chan tiveram acesso a todas as vias legais para contestar suas sentenças de morte. A Austrália precisaria apresentar provas da suposta corrupção, acrescentou. Os dois estão entre nove condenados por tráfico de drogas, incluindo o brasileiro Rodrigo Muxfeldt Gularte e prisioneiros das Filipinas, Nigéria e Indonésia, todos prestes a ser executados por um pelotão de fuzilamento na noite de terça-feira. O governo brasileiro também apresentou apelos à Indonésia pedindo por clemência para Gularte, que pode se tornar o segundo cidadão do país a ser executado na Indonésia este anos após o fuzilamento de Marco Archer, em janeiro, também condenado por tráfico de drogas. Aumentando a pressão para tentar salvar a cidadã filipina condenada, que tem dois filhos e diz ter sido enganada para transportar drogas, o presidente das Filipinas, Benigno Aquino, apelou a Widodo na cúpula das nações do Sudeste Asiático por "consideração humanitária". No que pareceu ser o primeiro sinal de amolecimento de Widodo, ele disse ao líder filipino que compreendia sua posição e iria consultar o procurador-geral sobre o caso, afirmou um porta-voz do presidente das Filipinas, Benigno Aquino, em Kuala Lumpur. A Indonésia tem punições severas para crimes relacionados com drogas e retomou as execuções em 2013, depois de um hiato de cinco anos. Widodo tem sido inflexível em sua linha dura contra traficantes. Sua recusa de conceder clemência aos estrangeiros no corredor da morte tem resultado em relações tensas com vários países, particularmente a vizinha Austrália e também com o Brasil. Os nove condenados estão sendo mantidos em uma prisão de segurança máxima na ilha de Nusakambangan, onde dezenas de policiais e militares começaram a reforçar a segurança nesta segunda-feira, erguendo barreiras para manter o público a distância. Um agente funerário local, Suhendro Putro, disse que entregou nove caixões para a polícia no domingo. "Eu não posso dizer que eles são para aqueles prisioneiros, mas fui chamado para uma reunião hoje no porto para preparativos. Eu não sei quando exatamente as execuções vão acontecer", disse. (Reportagem adicional de Kanupriya Kapoor em Cilacap, Indonésia, por Gayatri Syuroyo em Jacarta, por Manuel Mogato em Kuala Lumpur) FONTE:reuters

Unicef diz que cerca de 1 milhão de crianças foram afetadas por terremoto no Nepal

FONTE IMAGEM :R7.COM MUMBAI (Reuters) - Quase um milhão de crianças foram "gravemente afetadas" pelo terremoto no Nepal que matou mais de 3.700 pessoas, disse um porta-voz do Fundo das Nações Unidas para as Crianças (Unicef), à medida que as equipes de resgate e trabalhadores de ajuda humanitária tentam auxiliar os atingidos. Com centenas de milhares de nepaleses dormindo em barracas ou nas ruas, o Unicef disse que seus trabalhadores estão preocupados com doenças infecciosas e transmitidas pela água. "O que nós sabemos neste momento é que há quase um milhão de crianças que foram seriamente afetadas. Nossa maior preocupação com eles agora será o acesso a água limpa e higiene, nós sabemos que a água e a comida estão acabando", disse Christopher Tidey, do Unicef, por telefone. Ao menos 3.700 pessoas morreram devido ao terremoto de sábado com magnitude 7,9, de acordo com as autoridades locais. Foi o pior tremor no Nepal desde 1934, quando 8.500 pessoas morreram. (Reportagem de Neha Dasgupta) FONTE: Reuters

Em desespero, moradores deixam capital do Nepal com medo de tremores secundários

BHAKTAPUR, Nepal (Reuters) - Milhares de nepaleses começaram a deixar a capital Katmandu nesta segunda-feira, com o medo espalhado pela cidade após dois dias de tremores secundários e mediante a escassez de água e comida após o terremoto que matou mais de 3.700 pessoas. Um funcionário do Ministério do Interior disse que as autoridades não têm conseguido fazer contato com algumas das áreas mais afetadas no país montanhoso, e que o número total de mortos pode chegar a 5.000. As estradas de saída de Katmandu ficaram lotadas de pessoas, algumas carregando bebês no colo. Muitas tentavam subir em ônibus ou conseguir caronas em carros e caminhões para as planícies. (Por Rupam Jain Nair e Ross Adkin) FONTE:Reuters

DE PRATO VAZIO O ATLÉTICO -MG EMPATA PARA CANADENSE NO MINEIRÃO

DE ESTÁDIO LOTADO A CANADENSE MOSTROU QUE NÃO É APENAS TIME DO INTERIOR ,QUE É NA VERDADE OSSO DURO DE ROER E QUE O GALO DESSA VEZ SAI COM O PRATO VAZIO E COM A CANADENSE ENTALADO NA GOELA , 0 X 0 COM VANTAGENS O JOGO PODERÁ SER EM VARGINHA -MG FONTE:MUNDO LIVE NEWS NOTICIAS

Vereadores inventam despesas e ganham mais de R$ 85 mil por mês

Vereadores alugam carros, compram combustível, contratam serviços, mas na hora de comprovar as despesas, a bagunça é total.
FONTE:IMAGEM redesucesso.com Vereadores inventam despesas e ganham mais de R$ 85 mil por mês Vereadores alugam carros, compram combustível, contratam serviços, mas na hora de comprovar as despesas, a bagunça é total. Facebook Boa Vista, Roraima, a sessão da Câmara, mostrada no vídeo acima, tem os vereadores mais caros do Brasil. Ela durou 20 minutos. As sessões acontecem duas vezes por semana. São 21 vereadores. Cada um deles pode custar ao contribuinte mais de R$ 85 mil por mês. “Nosso salário como vereador está defasado”, diz o presidente da Câmara de Boa Vista, Edilberto Veras (PP). O salário é de R$ 12 mil, mas quem participa de comissões especiais ganha um extra de R$ 9 mil. A verba de gabinete, para pagar assessores escolhidos pelo vereador, é de R$ 30 mil. E ainda tem a verba indenizatória, de R$ 35 mil para cada vereador. Fantástico: O senhor acha razoável esse custo? Edilberto Veras: Olha, são questões. Isso é o Brasil. O problema são os R$ 35 mil de verba indenizatória. Com esse dinheiro os vereadores alugam carros, compram combustível, contratam serviços, mas na hora de comprovar as despesas, a bagunça é total. No item aluguel de carros, por exemplo, vereadores apresentavam notas fiscais de uma loja que vende ração. “Alugar carro? Aqui não é venda de ração, de coisa?”, questiona um morador. Gente que nunca teve carro aparece na prestação de contas de alguns vereadores. Fantástico: O senhor nunca teve um automóvel? Morador: Nunca comprei um carro e nem uma "mota". Só bike. E tem locador de carro que nem usa nota fiscal. Fantástico: O senhor quando presta serviço para o gabinete do vereador, o senhor emite recibo ou nota? Nisley de Oliveira, funcionário público: Recibo. Nisley de Oliveira aluga carro para vereadores como o Guarda Alexandre. Para a Câmara, ele presta contas do serviço só na base do recibo. “Porque o entendimento do controle interno da casa, eles nos orientaram que poderia ser feito por recibo”, diz o vereador Guarda Alexandre, do PC do B. “Tem que haver apresentação de notas fiscais e tem que haver um controle maior por parte do gestor da Câmara em relação às pessoas que locam carros para os vereadores”, afirma Paulo Sousa, procurador-geral do Ministério Público de Contas. A própria nota fiscal às vezes não garante nada, lembra da locadora que vende ração? Fantástico: Boa tarde. Tudo bem? Eu queria alugar um carro aqui. Funcionária: Alugar um carro? Fantástico: É, aqui não aluga carro? Funcionária: Não. É uma das prediletas do vereador Mauricélio Fernandes. “No contrato social dela, diz que ela está apta à locação de veículo também”, explica o vereador Mauricélio Fernandes, do PSC. Só no contrato mesmo. Na loja, só tem ração. Outra "locadora" frequentada pelo vereador Mauricélio é esta que aparece no vídeo acima. Não tem ninguém, não funciona aparentemente, mas esse é o endereço que consta no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas. Às vezes, a suposta locação não tem nem a nota fiscal, nem o carro e nem a locação. Um homem aparece na prestação de contas de um vereador, o Pastor Manoel Neves, do PRB. Fantástico: E você não alugou para o vereador? Homem: Não. Fantástico: Consta que você alugou e que teria recebido R$ 49,5 mil. Homem: Não tem nem perigo de eu receber esse valor. Nunca! Eu até preciso porque eu estou casando agora! Fantástico: Eu estou procurando o vereador Manoel Neves. Você é filha dele? Jovem: Ele não se encontra, ele está viajando. Fantástico: Você poderia anotar meu telefone para caso ele queira falar, me ligar. Jovem: Anoto sim. O vereador não ligou para nós. Há também o caso do aluguel em família. Família de servidores públicos. Fantástico: Qual é a sua ligação com o vereador Paulo Linhares? Anderson Gentil: Ele é meu primo. Anderson Gentil é secretário adjunto de infraestrutura do estado de Roraima. Fantástico: O senhor tem uma locadora de veículos? Anderson Gentil: Não, mas a gente aluga. Fantástico: Que tipo de veículo o senhor aluga? Anderson Gentil: Os meus pessoais, eu vou alugar outros veículos? Ele recebeu R$ 60 mil do primo, o vereador Paulo Linhares, do Partido Progressista. Dinheiro público, é sempre bom lembrar. Só que não pode. “O vereador não pode, por exemplo, locar carro de pessoas vinculadas à família, por mais que essa pessoa da família seja empresária”, ressalta Paulo Sousa, procurador-geral do Ministério Público de Contas. O Fantástico procurou Paulo Linhares, mas ele se recusou a dar entrevista. Tem vereador que não faz negócio com parente. Faz negócio consigo mesmo. “Eu não tenho o que explicar. Eu há mais de 20 anos eu sou proprietário da maior rede de postos de combustível do estado de Roraima” afirma o deputado federal Abel Galinha (PDT). O ex-vereador Abel Galinha, hoje deputado federal, abasteceu na própria rede de postos os carros alugados pelo seu gabinete. Dessa forma, Abel Galinha pagou para ele mesmo mais de R$ 80 mil. Abel Galinha: E eu ia comprar de quem? Também não pode. “É vedado para o servidor público ter negócios com o órgão que o paga”, informa Paulo Sousa, procurador do Ministério Público de Contas. Aliás, a rede de postos Abel Galinha é muito usada pelos vereadores de Boa Vista. Marcelo Batista é mais um deles. Na prestação de contas de 2013, oito das 12 notas mensais apresentadas pelo vereador têm o mesmo valor: R$ 4,5 mil. Fantástico: É uma coincidência? Marcelo Batista (PMN): Pode ser uma coincidência ou pode ser de acordo com o custo que é feito do carro que é feito do gabinete. “É impossível a pessoa gastar o mesmo tanto de combustível todos os meses. E isso a gente vai começar a apurar nos próximos atos”, diz Paulo Sousa. Marcelo Batista é o mesmo vereador que declarou ter contratado uma advogada em um ‘escritório’. A equipe do Fantástico foi conferir o endereço do escritório da advogada do vereador Marcelo Batista. E quando chegou lá, encontrou uma venda de frango assado. Pela prestação de contas de 2013 e 2014, os vereadores gastaram em combustível mais de R$ 1,4 milhão. Daria para viajar entre Boa Vista e São Paulo 1.311 vezes. Para dar conta dos gastos desses caros vereadores, eles mesmos aumentaram o orçamento da Câmara no fim de 2014. “O aumento do orçamento da Câmara implica numa retirada de verbas de outros setores do município, que são setores sensíveis”, diz o promotor de Justiça Isaías Montanari Jr. A Secretaria de Gestão Ambiental, que também cuida dos índios da região, perdeu mais de R$ 9 milhões, que foram transferidos para o caixa da Câmara de Vereadores. O motivo está claro na resolução: "Atender as atividades do Poder Legislativo Municipal com verbas de gabinete, indenizatórias e outras restituições." Em um bairro está um dos maiores problemas ambientais de Boa Vista. Lá era um antigo lixão. Fantástico: A senhora sabe o que tem aqui nesse terreno, embaixo? Mulher: É lixo. Fantástico: Mesmo assim a senhora vai fazer seu barraco aqui? Mulher: Vou, eu não tenho onde morar. “Há uma desproporção. Economias maiores, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, que têm um PIB municipal maior, gastam muito menos do que Boa Vista. Por exemplo, São Paulo é uma economia 93 vezes a economia de Boa Vista e gasta 25% menos”, diz Natália Paiva, diretora do site Transparência Brasil. E, além dos valores fixos, tem ainda o custo com diárias de viagens. Segundo os vereadores, para fazer cursos. Fantástico: O senhor se lembra que curso fez? Adelino Neto (PSL): Não, não me recordo Fantástico: Qual cidade o senhor foi? Adelino Neto: Não me recordo também. No ano passado, o valor médio pago em diárias foi de R$ 6 mil por mês. Com isso e mais as verbas fixas, o custo com cada vereador ultrapassa R$ 92 mil mensais. Fantástico: Onde o senhor foi? Edvaldo do Santa Teresa (PRB): Câmara municipal do Amazonas. Fantástico: Quanto tempo o senhor ficou lá, o senhor lembra? Edvaldo do Santa Teresa: Se for falar o que comi ontem que eu até esqueci. Ainda mais um ano atrás que eu viajei. Fantástico: O senhor lembra se foi de carro, de avião? Edvaldo do Santa Teresa: Você sabe qual é o hotel que tá hospedado aqui? Fantástico: Sim, claro. O vereador Léo Rodrigues (PR) cita apenas um curso que ele teria feito. Léo Rodrigues: Acredito que em novembro, não sei, não me recordo direito, já faz tempo. Fantástico: E além desse curso o senhor fez mais algum? Léo Rodrigues: A gente faz vários cursos... Ele era o presidente da Câmara no período analisado pelo Tribunal de Contas de Roraima. Fantástico: O senhor manda para a gente uma lista dos cursos que o senhor fez? Léo Rodrigues: Sim, estamos à disposição para você ver que não foi à toa que nós voltamos e atendemos vocês. No dia seguinte... Fantástico: A prestação de contas sobre as suas viagens, o senhor trouxe, o senhor conseguiu? Leo Rodrigues: Eu falei pra vocês que eu vou passar tudo para vocês. Mas não passou. Fantástico: Quais as consequências para os gestores desse dinheiro mal usado? “Eles vão se penalizados, em princípio, eles ficam inelegíveis. Os crimes de improbidade administrativa, em função desse desvio, a gente encaminha também ao Ministério Público Estadual para que ele apure as responsabilidades e penalize o gestor”, destaca Henrique Machado, presidente do Tribunal de Contas/RR. FONTE:G1.COM

Briga por ciúmes entre amigas termina com morte de jovem no Rio

Larissa Cruz, de 16 anos, foi enterrada no domingo, em Realengo. Caso foi registrado na 35ª DP como agressão. Uma jovem de 16 anos morreu neste fim de semana depois de brigar com uma amiga de 22 anos. Larissa de Almeida Deveza Cruz foi enterrada no domingo (26) no Cemitério do Murundu, em Realengo, na Zona Oeste. A briga teria sido causada por ciúmes, já que Jasciane Nascimento seria ex do atual namorado da vítima. Segundo testemunhas, Larissa foi espancada por Jasciane, na Rua Soldado Valdemar de Almeida em Campo Grande, na Zona Oeste. Com a agressão, a vítima caiu e bateu com a cabeça no chão. Ainda de acordo com testemunhas, mesmo depois de cair desacordada, Larissa continuou sendo espancada por Jasciane. Abordada por moradores, Jasciane conseguiu fugir. Larissa foi levada com vida para o Hospital Estadual Rocha Faria, em Campo Grande, onde os médicos tentaram reanimá-la, mas a jovem morreu no local. O caso foi registrado como agressão na 35ª DP (Campo Grande). De acordo com a 35ª DP, foi instaurado inquérito para apurar as circunstâncias da morte de Larissa Testemunhas prestaram depoimento. Policiais realizam diligências em busca de outras testemunhas e aguarda o resultado dos laudos da perícia para saber a causa da morte da adolescente. FONTE:G1.COM

NEPAL :TERREMOTO DEIXA DESTRUIÇÃO E MAIS DE 3 MIL MORTOS

Número de mortos passa de 3 mil após terremoto no Nepal Pelo menos 6.500 pessoas ficaram feridas, segundo o governo nepalês. Dezenas de milhares de pessoas ficaram sem comida, água ou abrigo.
Um homem senta-se sobre os escombros de sua casa danificada após o terremoto de sábado, em Bhaktapur (Foto: REUTERS/Adnan Abidi) O número de mortos após o terremoto que atingiu o Nepalno sábado (25) chegou a 3.726 nesta segunda-feira (27), segundo balanço das autoridades locais. Agências e governos internacionais corriam para enviar equipes de busca e resgate, médicos e remédios ao país. Dezenas de milhares de pessoas ficaram sem comida, água ou abrigo. O terremoto de 7,8 graus, o mais violento dos últimos 80 anos no país, provocou vários tremores secundários e diversos deslizamentos no monte Everest, onde 18 pessoas morreram no início da temporada de alpinismo. O balanço pode ser ainda mais grave no Nepal, onde as agências humanitárias ainda têm dificuldades para avaliar o alcance da devastação e as necessidades da população. Quase um milhão de crianças precisam de ajuda urgente, segundo o Unicef. Equipes enviadas por Índia, Paquistão, Estados Unidos, China e Israel já estavam no Nepal para ajudar, disseram as Nações Unidas, escavando toneladas de escombros em busca de milhares de pessoas ainda desaparecidas. Outras equipes internacionais de busca chegaram ou devem chegar à capital Katmandu, com unidades do Japão, EUA e Inglaterra equipadas com cães farejadores e equipamentos pesados para retirada de escombros. As autoridades que coordenam as tarefas de socorro no Nepal se reuniram nesta segunda-feira para tentar reabrir os mercados e distribuir pacotes de ajuda aos desabrigados pelo terremoto no país asiático, informou a imprensa local. O Comitê de Coordenação de Resgate em Desastres Naturais, reunido na sede do governo nepalês em Katmandu, pediu aos chefes de distrito que trabalhem para abrir as lojas nas zonas afetadas". O objetivo é facilitar a provisão se produtos à população em geral. Ao menos 6.500 feridos Pelo menos 6.500 pessoas ficaram feridas, segundo o governo nepalês, e o tratamento delas e de outros sobreviventes retirados dos escombros de edifícios destruídos continua uma tarefa bastante desafiadora. "A prioridade continua sendo salvar vidas e buscar e resgatar sobreviventes", afirma relatório da equipe local das Nações Unidas no Nepal.
Guia sherpa ferido em avalanche do monte Everest é levado em ônibus para Katmandu neste domingo para receber atendimento (Foto: AP Photo/Bikram Rai) O tremor destruiu edifícios, monumentos, estradas e outras infraestruturas, afirmaram membros de equipes de socorro, acrescentando que mais de 60 terremotos secundários, incluindo um sismo de magnitude 6,7, já foram sentidos. Segundo a agência EFE, pacotes com remédios e equipamentos sanitários foram entregues neste domingo pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a hospitais no Nepal. Os artigos sanitários servirão para atender 40 mil pessoas durante três meses, indicou a Organização de sua sede em Genebra. Além disso, a OMS desembolsou US$ 175 mil como uma primeira doação de emergência para que se atendam as necessidades de saúde mais urgentes dos afetados pelo terremoto, que deixou pelo menos 2.300 mortos e mais de 6.000 feridos. Hospitais estão lotados No vale de Katmandu, hospitais estão lotados e estão ficando sem espaço para corpos, afirmaram socorristas, acrescentando que os centros médicos estão ficando sem suprimentos de emergência. Alguns deles estão tendo que tratar os feridos nas ruas. Neste domingo, doentes e feridos deitavam-se em uma empoeirada rodovia fora do Kathmandu Medical College, enquanto funcionários do hospital carregavam pacientes para fora do prédio em macas e sacos. Os médicos montaram uma sala de operações dentro de uma tenda para onde levavam os mais críticos, após um tremor particularmente grande forçar as pessoas a correrem aterrorizadas para as ruas.
Feridos foram socorridos pela população no Nepal neste sábado (25) (Foto: Marcelo Gama / Acervo pessoal) No lado externo do Centro Nacional de Trauma em Katmandu, pacientes em cadeiras de rodas que estavam em tratamento antes do terremoto juntaram-se a centenas de feridos com membros fraturados e sujos de sangue, deitados dentro de barracas feitas com lençóis do hospital. 940 mil crianças atingidas O Fundo para Crianças das Nações Unidas (Unicef) estima que pelo menos 940 mil crianças foram gravemente atingidas na região que inclui os distritos de Dhading, Gorkha, Rasuwa, Sindhupalchowk e Kathmandu. Enquanto isso, campos de desabrigados deverão estar prontos nos próximos dias. "Centenas de milhares de pessoas estão dormindo ao relento pois estão muito assustadas para voltarem para suas casas por causa de todos os tremores secundários", disse Zubin Zaman, gerente da agência humanitária Oxfam, na Índia. "Está frio, escuro e agora está chovendo. Eles não têm proteção ou abrigo. Precisamos agir rapidamente." FONTE:G1.COM