sexta-feira, 17 de abril de 2015

A LEITURA EFICIENTE AMEAÇADA PELA TECNOLOGIA ATUAL

O valor da leitura Sandra Hermida Carvalho Com a vida cotidiana cada vez mais agitada, causando estresse e ansiedade de acumular bens materiais, o ser humano está deixando de lado o hábito da leitura. A leitura é muito importante porque nutre a mente com informações, atuando como uma forma de aprendizado. Por isso é necessário saber escolher um bom livro, com conteúdo que nos enriqueça, que seja capaz de nutrir nosso espírito com bons pensamentos, nos tornando mais fortes e capazes de resolver os possíveis problemas e dificuldades que às vezes enfrentamos no lar, no trabalho, na escola etc. O ser humano nasce pequeno, mas com capacidade, infelizmente muitas vezes desapercebida pelos pais, de aprender e de absorver tudo o que acontece ao seu redor. Por isso a leitura deve ser algo que vem do berço. Pais e cuidadores infantis devem incentivar a leitura desde os primeiros anos, para que as crianças cresçam com o bom hábito de ler. Sites de relacionamento tornam-se cada vez mais populares, tanto entre jovens como entre idosos, e afastam o hábito de ler. Em consequência, estamos deixando de nutrir o nosso espírito com bons pensamentos e, com isso, deixamos de evoluir. É claro que o mundo passa por um processo tecnológico e que, sem dúvida, o computador é uma ferramenta necessária no nosso dia-a-dia, mas não podemos deixar de manter o equilíbrio e de saber distribuir racionalmente o nosso tempo livre, deixando um momento para a leitura de um bom livro porque, afinal, nosso espírito necessita de informações para criar ideias, equilibrar nosso corpo e com ele aliviar nosso estresse. A leitura atua em nosso corpo como um boa música, e, se observarmos, dançamos conforme a música. Muitas vezes não percebemos como a mente comanda o nosso corpo. Por exemplo, quando ouvimos uma música alegre, nosso corpo reage e, inconscientemente, nos tornamos alegres naquele momento. O mesmo acontece com os livros, que têm a capacidade de mudar nossos pensamentos e de fazer com que busquemos nosso eu interior e, junto com ele, uma fonte de inspiração para lutar e atingir objetivos que talvez estejam escondidos em nosso inconsciente. Por isso devemos escolher livros que sejam capazes de nos fornecer informações que contribuam de maneira positiva para nosso espírito, que nos tornem mais fortes e capazes de buscar soluções para nossos problemas e os dos nossos semelhantes. A boa leitura pode mudar nossa vida. A escolha de um bom livro é o mesmo que escolher um bom médico: devemos sempre procurar o melhor, porque, afinal, o livro é um remédio para nosso espírito, com a capacidade de mudar nossa forma de pensar e nos fortalecer para atingirmos nosso objetivos. Não devemos deixar de estudar, de ler e aprender, já que que estamos neste mundo para evoluir, para sermos capazes de atingir nossos objetivos, não só materiais, mas também espirituais. Devemos dedicar uma parte do dia para refletir sobre nossa própria história e pensar o que poderemos fazer melhor amanhã do que fizemos hoje, e por isso não podemos deixar a leitura ser algo esquecido na nossa rotina diária; afinal, necessitamos de diversidade para não cairmos na monotonia e corrermos o risco de adoecer. Nosso cérebro necessita de estímulos, e isso podemos fazer de várias formas. Uma delas, e muito importante, é o exercício físico, que beneficia o nosso corpo em geral e atua também como uma forma de prevenir doenças com fortalecimento físico. Cada vez mais deixamos de fazer pequenas caminhadas, seja para ir à padaria, seja simplesmente para levar o filho à escola. Com o uso cada vez mais cons-tante do automóvel, estamos deixando de fazer exercícios físicos e, como consequência, ficamos mais indefesos às doenças. Falta de exercícios físicos e de leitura e má alimentação resultam em má qualidade de vida. O ser humano cada vez mais está ficando doente e, apesar de morrer mais tarde, graças aos avanços na medicina e da tecnologia, estão surgindo cada vez mais casos de depressão e loucura, motivados por maus hábitos que, inconscientemente, passa aos nossos filhos. Como citou Orison Marden em uns de seus livros, se o ser humano não encontrar tempo de exercitar e cuidar de sua alimentação então encontra tempo para estar doente. Muito sábias essas palavras, porque hoje somos filhos de uma cultura consumista em que sempre necessitamos de mais bens materiais para sermos felizes. Que felicidade é essa que nunca é alcançada? É uma falsa felicidade, porque a felicidade se encontra na simplicidade, na família, no lar e no amor. Devemos aprender a amar o próximo e a nos preocupar com os menos favorecidos, com as crianças abandonadas, por exemplo. Hoje fazem falta na nossa sociedade a filantropia e a preocupação com a geração que está por vir e que será o futuro da humanidade. Mudemos nossos pensamentos e passemos a ler mais, a trazer a leitura para dentro do nosso lar e a fortalecer e nutrir nosso espírito com bons pensamentos para que possamos mudar nossa história de uma forma positiva, e com isso deixar nosso exemplo à próxima geração. (A autora é Educadora infantil, Londres) FONTE:MUNDO LIVE NEWS NOTICIAS

Postar um comentário