terça-feira, 21 de abril de 2015

BARCELONA X PSG HOJE AS 15:45 JOGO PROMETE PEGAR FOGO

Em busca de um milagre, PSG aposta tudo contra Barcelona na Champions Franceses precisam reverter derrota de 3 a 1 na ida das quartas de final, em Paris, e mostram confiança. Com força máxima, invicto Barça confia em 'monopólio da bola' A derrota por 3 a 1 no jogo de ida foi um golpe duro para o Paris Saint-Germain, e um passo largo dado pelo Barcelona para chegar nas semifinais da Liga dos Campeões. O que, no futebol, quer dizer que tudo parece tomar um rumo, mas nada está definido - e o recado serve para os dois times. Os franceses precisarão de um pequeno milagre no Camp Nou, nesta terça-feira, mas eles acontecem. O Globo Esporte.com transmite a partida a partir de 15h.
- Eu sou bastante realista. Todos me perguntam se acreditamos (em milagres). Sim, acreditamos. Sabemos que é dificílima a tarefa. Não tomar gols do Barcelona é quase impossível, mas não temos nada a perder - desabafa o técnico Laurent Blanc, do PSG. Apesar dos catalães viverem grande fase, e terem vencido todos os nove jogos disputados até aqui na Champions, há precedentes recentes para o conforto do time de Blanc. O Barcelona perdeu duas vezes em casa nesta temporada, para Celta e Málaga no Espanhol, em ambos os casos por 1 a 0. Pelo placar que os franceses precisam, no mínimo marcando três gols (ou com diferença de dois a partir de 4 a 2), aconteceu por último em maio de 2013. O Bayern de Munique atropelou no Camp Nou: 3 a 0, em uma semifinal de Champions. Aos desacreditados, aí vai mais um motivo para crer: Ibrahimovic está de volta. O sueco cumpriu suspensão, assim como Verratti, que também retorna ao time. Só que, dependendo do ponto de vista, até isto pode ser vantagem para o Barcelona. Pelo menos na cabeça do técnico Luis Enrique funciona assim. - A volta de Ibra é uma motivação extra. Nós todos o conhecemos, é um jogador diferente e um dos melhores atacantes do futebol mundial - explica o treinador. Além de Ibrahimovic, o PSG ainda tem jogadores ofensivos do calibre de Cavani, Pastore, Lucas e Lavezzi - o que torna a tarefa de acreditar nos franceses mais fácil, e a missão do técnico em escalar este time mais difícil. O problema é que o perigo, como bem lembrou o técnico Blanc, não está somente em balançar as redes de Ter Stegen, mas em segurar o tridente de ataque rival. Blanc não conta com Thiago Silva, lesionado no jogo de ida. David Luiz, que admitiu ter entrado no sacrifício no lugar de seu companheiro brasileiro, teve pouco tempo de recuperação, jogou no final de semana e deve encarar o trio formado por Messi, Neymar e Suárez mais uma vez - eles juntos são responsáveis por 18 dos 21 gols do Barça na Champions, oito em cima do PSG Este será o quarto e último confronto entre as duas equipes nesta Champions. Na primeira fase, os times mediram forças no Grupo G, e os espanhóis terminaram na liderança. Entretanto, no confronto direto, a primeira partida terminou com vitória dos franceses por 3 a 2 em Paris. O Barça compensou nos últimos dois confrontos: duas vitórias po 3 a 1, ambas com gols do trio Messi, Neymar e Suárez.
Para Luis Enrique, como o time de Paris precisa ser mais ofensivo do que foi na última ocasião, quando apostou nos contra-ataques, a peça chave do jogo será a disputa pela posse de bola. No último final de semana, ao vencer o Valencia pelo Campeonato Espanhol, o Barça chegou a 100 partidas consecutivas dominando neste aspecto do jogo, o que dá mais confiança ao técnico espanhol. Não bastasse a considerável vantagem de dois gols para a partida desta terça, o Barcelona ainda tem força máxima contra o PSG. Iniesta era dúvida, depois de ter se contundido no jogo de ida, mas foi confirmado por Luis Enrique. Mathieu treinou separado, só que será relacionado. Daniel Alves está de volta de suspensão. Tudo alinhado para dificultar ainda mais o 'milagre' do PSG. Confira as prováveis escalações das duas equipes: Barcelona: Ter Stegen, Jordi Alba, Piqué, Mascherano e Daniel Alves; Busquets, Rakitic e Iniesta; Neymar, Messi e Luis Suárez. PSG: Sirigu, Maxwell, Marquinhos, David Luiz e Van der Wiel; Cabaye, Matuidi e Verratti; Pastore, Cavani e Ibrahimovic. FONTE:GI.COM

Postar um comentário