quarta-feira, 13 de maio de 2015

TELEFONE DE GRAÇA :LIGAÇÕES GRÁTIS DE ORELHÃO PARA FIXO

 

Ligações de orelhões em Salvador
Aparelho instalado na Rua Guillard de Muniz
realiza ligações gratuitas para telefone fixo (Foto:
Ruan Melo / G1)

são gratuitas para telefones fixos

G1 percorreu capital e comprovou que serviço não está sendo cobrado.
Anatel determinou gratuidade após Oi não atingir patamar de disponibilidade.

As ligações locais feitas de orelhões da Oi para telefones fixos, em Salvador, não estão sendo cobradas. O G1 percorreu nesta quinta-feira (16) alguns bairros da capital baiana e comprovou que os aparelhos que estavam funionando ofereciam o serviço gratuitamente.
A medida faz parte de uma determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), após a operadora não atingir o patamar mínimo de disponibilidade dos aparelhos públicos.
Nesta quarta-feira, o G1 tentou utilizar orelhões situados na Rua Guillard de Muniz e na Praça Ana Lúcia Magalhães, no bairro da Pituba; Rua Anísio Teixeira, no Itaigara; na Avenida ACM, nas proximidades do Shopping Paseo Itaigara; no bairro de Pernambués, próximo a Rodoviária de Salvador; no Vale do Ogunjá, em frente a Cesta do Povo; na Avenida Vasco da Gama, nas proximidades da Perini; e no bairro da Federação, ao lado da Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (UFBA).
Aparelho quebrado na Avenida Vasco da Gama (Foto: Ruan Melo / G1)Aparelho quebrado na Avenida Vasco da Gama
(Foto: Ruan Melo / G1)
Dos locais visitados, somente os aparelhos instalados na Rua Gullar de Muniz, no bairro de Pernambués e Vale do Ogunjá funcionavam normalmente e faziam as ligações gratuitas. Nenhum usuário foi encontrado nos locais.
Em nota, a Oi informou que "como os orelhões da empresa estão instalados em vias e estabelecimentos públicos, sofrem diariamente danos por vandalismo". A empresa afirma que em 2014 foram danificados, em média, 3,5% dos 61 mil orelhões instalados na Bahia e que "mantém um programa permanente de manutenção de seus telefones públicos".
Determinação
Além da Bahia, a determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatelvale para os estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe.

Na quarta-feira, a Oi informou que "cumpre a determinação da Anatel de conceder a gratuidade em chamadas para telefones fixos locais feitas a partir de sua rede de telefonia pública nos 15 estados indicados pela agência reguladora.  A medida é temporária e permanecerá em vigor até que os patamares de disponibilidade de orelhões nestes estados estejam nos níveis indicados pela Anatel".
A disponibilidade da planta de orelhões deve ser de no mínimo 90% em todas as Unidades da Federação e de no mínimo 95% nas localidades atendidas somente por orelhões (acesso coletivo). Segundo a Anatel, na medição feita em 31 de março a Oi não atingiu esse patamar nesses estados.
As ligações serão gratuitas até que os patamares de disponibilidade sejam alcançados, afirma a agência.

 FONTE:G1.COM

Postar um comentário