sábado, 6 de junho de 2015

Arábia Saudita derruba míssil disparado por rebeldes do Iêmen


A Arábia Saudita informou que derrubou neste sábado um míssil Scud disparado pelos rebeldes xiitas do Iêmen e seus aliados e que tinha como alvo uma cidade saudita que acolhe uma grande base aérea, marcando a escalada dos conflitos na região.
Dois mísseis interceptaram o Scud perto da cidade de Khamis Mushait, no sudoeste da Arábia Saudita, de acordo com a agência de notícias estatal, que não informou sobre eventuais fatalidades no ataque. Esta teria sido a primeira vez que os rebeldes atiraram um míssil Scud, da época da Guerra Fria, desde que os ataques aéreos liderados pela Arábia Saudita começaram, em março.
A cidade de Khamis Mushait acolhe a Base Aérea King Khalid, a maior existente nesta parte do país e que é usada regularmente pelos aviões de combate que realizam os ataques aéreos no Iêmen.
A agência de notícias saudita culpou os rebeldes xiitas apoiados pelo Irã, conhecidos como houthis, e seus aliados nas forças leais ao ex-presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, pelo ataque. A agência de notícias estatal do Iêmen, agora controlada pelos houthis, informou que os rebeldes e seus aliados dispararam o Scud.
A Arábia Saudita lidera uma coalizão que vem realizando ataques aéreos contra os rebeldes desde 26 de março, em apoio aos presidente exilado do país Abed Rabbo Mansour. Os ataques visam esconderijos de armas ao redor do país. A coalizão respondeu ao ataque deste sábado destruindo o lançador do míssil, localizado ao sul da fortaleza Houthi de Saada, de acordo com a agência saudita.
Fonte: Associated Press.
Postar um comentário