segunda-feira, 8 de junho de 2015

VOCÊ É CONTRA HAITIANO NO BRASIL ?

NOSSO MUNDO NÃO ANDA NADA NORMAL ,NÃO SABEMOS MAIS QUANDO CHOVE ,QUANDO VAI FAZER SOL ,DESASTRES CLIMÁTICOS VEM DEVASTANDO PAÍSES SEM PRECEDENTES UM DESSES DESATARES ATINGIU O HAITI ,
DEIXANDO MILHARES DE HAITIANOS SEM CASA ,COMIDA E SEM AGUA POTÁVEL .PAIS QUE JÁ´NÃO ERA O POLO DE RIQUEZAS DO MUNDO E QUE AGORA TERIA DE ENFRENTAR MAIS UMA PROVA DE RESISTÊNCIA ,SE HOJE  NEGARMOS ABRIGO E ALENTO A ESTES HOMENS E MULHERES QUEM VIAJAM DIAS S MAIS DIA ,A PASSAGEM SEMPRE CARA E DEIXA MAIS DISTANTE A VINDA DE PARENTES COMO MULHERES E CRIANÇAS ,EM ENTREVISTA A 3 HAITIANOS QUE ESTAVA EM UM ÔNIBUS NA REGIÃO DE BELO HORIZONTE -MG EU CONVERSEI COM O PIERRE ,ELE VEIO DO HAITI A 2 ANOS E TEM DIREITO A FICAR 5 ANOS NO BRASIL HOJE O PIERRE NOSSO ENTREVISTADO TRABALHA EU UMA FABRICA DE FARINHA DE TRIGO E ALIMENTOS EM SANTA LUZIA  ,SEGUNDO PIERRE MUITOS HOMENS E MULHERES DE SEU PAIS TRABALHAM NA CEASA -MG EM CONTAGEM NA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE E EXISTE UMA PEQUENA COLÔNIA FORMADA NO BAIRRO SANTA CECILIA E SÃO PEDRO EM ESMERALDAS TAMBÉM NA REGIÃO METROPOLITANA DE BH ,EDUCADOS CORTEZ ,AMIGOS ASSIM SÃO OS HAITIANOS SEMPRE RINDO ,COM OS DENTES A AMOSTRA DENTES QUE POR SINAL SEMPRE CLARO E RELUZENTES QUE DÃO INVEJA EM QUALQUER UM ,EU CONVERSEI COM PIERRE POR 2 HORAS EM UM TRAJETO DE POUCO MAIS DE 15 KM DE VIAGEM ,NESTE DIA TEVE UMA ACIDENTE IMPEDINDO A PASSAGEM DE VEÍCULOS DEIXANDO NOSSO PERCURSO INTRANSITÁVEL ,ELE FALA O FRANCÊS ,ESPANHOL ,CRIOULO E UM POUCO DO INGLÊS ISSO DEIXA ELE HÁ PASSO A NOSSA FRENTE ,POIS FALAMOS NOS A MAIOR PARTE DO BRASILEIRO APENAS O PORTUGUÊS MAS NEM POR ISSO ELES DEIXAM DE NOS TRATAR BEM E SORRIR QUANDO NOS CUMPRIMENTA ,AS MULHERES HAITIANAS SÃO LINDAS ,PELES E CORPO MARAVILHOSOS ,NEGRAS QUEM NÃO TEM VERGONHA DE CARREGAR NA VEIA O SANGUE HAITIANO,EU FIQUEI ENCANTADO QUANDO VI UMA HAITIANA ,POIS APESAR DE SER BRANCO EU SOU APAIXONADO ,MAS INCONDICIONALMENTE APAIXONADO POR MULHERES DE COR NEGRA   
FONTE:MUNDO LIVE NEWS NOTICIAS

Postar um comentário